sicnot

Perfil

Mundo

Alemão suspeito do rapto de refugiado confessa morte de outra criança

O suspeito do rapto e da morte de um menino de 4 anos, migrante da Bósnia, confessou ter matado outra criança, revelaram hoje as autoridades alemãs. O homem, de 32 anos, foi detido ontem em Berlim.

© Michaela Rehle / Reuters

O porta-voz do Ministério Público adiantou que o suspeito confessou o assassinato de um menino de 6 anos de idade, que desapareceu de perto da casa de seus pais em Potsdam, nos arredores da capital alemã. Não foram revelados mais pormenores.

O suspeito foi detido ontem em casa da mãe, em Berlim, suspeito de raptar um jovem refugiado bósnio de 4 anos, cujo paradeiro era desconhecido há um mês. Segundo as autoridades, também assumiu este homicídio. No porta-bagagens do seu carro foi encontrado o corpo de uma criança morta.

Mohamed Januzi desapareceu no início de outubro fo centro de acolhimento de refugiados de Berlim. A polícia difundiu imagens de uma câmara de vigilância mostrando o menino a receber um peluche das mãos de um homem de cerca de 30 anos.

A imprensa alemã tem dado especial destaque ao desaparecimento de Mohamed, tendo o Bild indicado que, no dia do rapto, o jovem bósnio estava no centro de refugiados com a mãe e com o irmão de nove anos e a irmã de cinco meses.

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19