sicnot

Perfil

Mundo

Explosão em discoteca na Roménia faz pelo menos 26 mortos

Uma explosão, seguida de um incêndio, numa discoteca em Bucareste, capital da Roménia, causou pelo menos 26 mortos e 150 feridos.

© Inquam Photos / Reuters

© Inquam Photos / Reuters

© Inquam Photos / Reuters

© Inquam Photos / Reuters

Alguns dos feridos têm queimaduras em 70% do corpo, enquanto outros sofreram intoxicação por monóxido de carbono.

Os feridos foram transferidos para vários hospitais da capital daquele país dos Balcãs.

No momento do incêndio, que ocorreu cerca das 00:00 locais (22:00 em Lisboa) no "Club Colectiv", no centro da capital romena, havia pelo menos 500 pessoas no interior da discoteca.

As pessoas estavam a assistir ao lançamento do disco de um grupo musical, acompanhado por um espetáculo de luz com efeitos pirotécnicos, informaram as rádios locais.

Segundo testemunhas, o incêndio começou nas decorações do cenário, tendo provocado o pânico entre o público.

Numa primeira reação, o chefe de Estado romeno, Klaus Johannis, expressou a sua "profunda dor pelo trágico acontecimento".

"É um dia muito triste para todos, para o nosso país e para mim pessoalmente", escreveu o Presidente na sua página oficial no Facebook.

Com Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07