sicnot

Perfil

Mundo

Braço da Al-Qaeda leva a cabo atentado contra hotel na capital da Somália

O número de mortos num duplo atentado do grupo jihadista somali Al Shabab perpetrado contra o hotel Sahafi em Mogadíscio, na Somália, subiu para 18, informaram hoje fontes da segurança citadas pela Efe.

© Feisal Omar / Reuters

"Temos a informação de que causou 12 mortos", disse Abdulrahid Dahir, da polícia, indicando que "os atacantes fizeram explodir um carro armadilhado para abrir passagem e poder entrar no hotel" Sahafi que, ao contrário de outras unidades internacionais de Mogadíscio tem um forte dispositivo de segurança.

Informações anteriores, divulgadas pelo canal de televisão Al-Jazeera -- com base em testemunhas -- e pela agência AFP, davam conta da ocorrência de duas explosões e de um tiroteio.

Os shebab, filiados na rede terrorista Al-Qaeda, reivindicaram a autoria do atentado contra o hotel Sahafi, popular nomeadamente entre membros do governo e empresários, indicando que estavam a lutar contra as forças de segurança.

"Os 'mujahedeen' [combatentes] tomaram o controlo do hotel Sahafi onde apostatas e cristãos invasores ficam", disse o porta-voz dos 'shebab', Abdulaziz Abu Musab, em comunicado.

"Os 'mujahedeen' estão a levar a cabo operações no interior do hotel depois da tomada", acrescentou.

As tropas da União Africana, que combatem ao lado das forças governamentais, afirmaram, contudo, ter assumido o controlo do edifício depois de derrotarem os insurgentes islamitas.

"As forças governamentais da Somália e a AMISOM [missão da União Africana na Somália] tomaram o controlo", disse a força da UA, composta por 22 mil homens, num breve comunicado, também citado pela agência AFP.

Os 'shebab', filiados na rede terrorista Al-Qaida, perpetraram no passado uma série de atentados contra hotéis de Mogadíscio.

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.