sicnot

Perfil

Mundo

Braço da Al-Qaeda leva a cabo atentado contra hotel na capital da Somália

O número de mortos num duplo atentado do grupo jihadista somali Al Shabab perpetrado contra o hotel Sahafi em Mogadíscio, na Somália, subiu para 18, informaram hoje fontes da segurança citadas pela Efe.

© Feisal Omar / Reuters

"Temos a informação de que causou 12 mortos", disse Abdulrahid Dahir, da polícia, indicando que "os atacantes fizeram explodir um carro armadilhado para abrir passagem e poder entrar no hotel" Sahafi que, ao contrário de outras unidades internacionais de Mogadíscio tem um forte dispositivo de segurança.

Informações anteriores, divulgadas pelo canal de televisão Al-Jazeera -- com base em testemunhas -- e pela agência AFP, davam conta da ocorrência de duas explosões e de um tiroteio.

Os shebab, filiados na rede terrorista Al-Qaeda, reivindicaram a autoria do atentado contra o hotel Sahafi, popular nomeadamente entre membros do governo e empresários, indicando que estavam a lutar contra as forças de segurança.

"Os 'mujahedeen' [combatentes] tomaram o controlo do hotel Sahafi onde apostatas e cristãos invasores ficam", disse o porta-voz dos 'shebab', Abdulaziz Abu Musab, em comunicado.

"Os 'mujahedeen' estão a levar a cabo operações no interior do hotel depois da tomada", acrescentou.

As tropas da União Africana, que combatem ao lado das forças governamentais, afirmaram, contudo, ter assumido o controlo do edifício depois de derrotarem os insurgentes islamitas.

"As forças governamentais da Somália e a AMISOM [missão da União Africana na Somália] tomaram o controlo", disse a força da UA, composta por 22 mil homens, num breve comunicado, também citado pela agência AFP.

Os 'shebab', filiados na rede terrorista Al-Qaida, perpetraram no passado uma série de atentados contra hotéis de Mogadíscio.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".