sicnot

Perfil

Mundo

Vulcão não dá tréguas e passageiros não saem do aeroporto de Bali

Dezenas de milhares de passageiros continuam retidos no aeroporto internacional de Bali, na Indonésia e em pelo menos outros dois aeroportos mais pequenos na ilha de Lombok. O vulcão, que se situa no monte Rinjani, causou nuvens de cinza, obrigando a cancelar centenas de voos para a ilha mais turística da Indonésia.

© Antara Photo Agency / Reuters


O tráfego aéreo continua, por isso suspenso, pelo terceiro dia consecutivo e deixou em terra dezenas de milhares de passageiros, sobretudo em Bali, uma das ilhas mais turísticas da Indonésia, situada sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma das zonas com mais atividade sísmica do mundo, com mais de 120 vulcões ativos, mais de metade considerados perigosos.

A situação deverá ser reavaliada ainda hoje pelas autoridades indonésias perante uma eventual mudança dos ventos para sul, que permitiria o restabelecimento do tráfego aéreo, pelo menos do aeroporto internacional de Bali.

  • Incêndios causaram 76 feridos no espaço de uma semana
    0:34

    País

    No espaço de uma semana, 76 pessoas ficaram feridas, incluindo seis com gravidade, durante os incêndios florestais. Na conferência de imprensa desta tarde, a Proteção Civil explicou que há cinco planos municipais de emergência ativos por causa das chamas.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.