sicnot

Perfil

Mundo

Obama e Cameron admitem possibilidade de bomba a bordo do avião russo

O Presidente norte-americano e o primeiro-ministro britânico admitiram na quinta-feira à noite que a queda do avião russo da MetroJet no Egito, no sábado passado, pode ter sido provocada pela explosão de uma bomba a bordo.

David Cameron, primeiro-ministro britânico ao lado de Barack Obama, Presidente norte-americano.

David Cameron, primeiro-ministro britânico ao lado de Barack Obama, Presidente norte-americano.

Reuters

"Eu acho que há a possibilidade de uma bomba a bordo, e estamos a levar isso muito a sério", disse Barack Obama, Presidente dos Estados Unidos, em declarações a uma rádio norte-americana.

Barack Obama salientou, contudo, que ainda é muito cedo para o dizer com certeza.

Em Londres, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, considerou muito provável que tenha sido uma bomba a provocar a queda do avião russo.

O ramo do grupo extremista Estado Islâmico no Egito assumiu a responsabilidade pela queda do avião no sábado no Egito, que provocou a morte a 224 pessoas, mas não especificou como o fez.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47