sicnot

Perfil

Mundo

Obama e Cameron admitem possibilidade de bomba a bordo do avião russo

O Presidente norte-americano e o primeiro-ministro britânico admitiram na quinta-feira à noite que a queda do avião russo da MetroJet no Egito, no sábado passado, pode ter sido provocada pela explosão de uma bomba a bordo.

David Cameron, primeiro-ministro britânico ao lado de Barack Obama, Presidente norte-americano.

David Cameron, primeiro-ministro britânico ao lado de Barack Obama, Presidente norte-americano.

Reuters

"Eu acho que há a possibilidade de uma bomba a bordo, e estamos a levar isso muito a sério", disse Barack Obama, Presidente dos Estados Unidos, em declarações a uma rádio norte-americana.

Barack Obama salientou, contudo, que ainda é muito cedo para o dizer com certeza.

Em Londres, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, considerou muito provável que tenha sido uma bomba a provocar a queda do avião russo.

O ramo do grupo extremista Estado Islâmico no Egito assumiu a responsabilidade pela queda do avião no sábado no Egito, que provocou a morte a 224 pessoas, mas não especificou como o fez.

Lusa

  • Trabalharia horas extra sem ser pago? E feriados?  
    1:25
  • UE dá "luz verde" para início das negociações do Brexit

    Brexit

    Os 27 Estados-membros da União Europeia aprovaram esta segunda-feira a autorização para o início das negociações do Brexit, indicando formalmente o final de junho para início do processo de saída do Reino Unido, que se prolongará por dois anos.

  • Donald Trump em Israel
    2:14
  • Regras secretas do Facebook permitem divulgação de imagens violentas

    Mundo

    A política interna da empresa Facebook defende que nem todos os vídeos violentos publicados na rede social devem ser apagados porque "não quer censurar ou punir pessoas em perigo". A revelação é feita pelo jornal britânico The Guardian após uma investigação em que conseguiu ter acesso ao manual interno.