sicnot

Perfil

Mundo

Acordo internacional torna possível acompanhar por satélite todos os voos civis do mundo

A comunidade internacional alcançou hoje um acordo que torna possível o acompanhamento via satélite de todos os voos comerciais, medida que poderá prevenir novos desaparecimentos misteriosos de aviões, como foi o caso do voo MH370 em março de 2014.

© Henry Romero / Reuters

Segundo divulgaram as Nações Unidas, o acordo foi hoje alcançado em Genebra na Conferência mundial de Radiocomunicações - evento que contou com representantes de mais de 160 países -, e consiste na atribuição de frequências radioelétricas para monitorizar os voos da aviação civil à escala mundial.

A localização global dos aviões, em qualquer lugar do mundo, só estará operacional em 2017. Atualmente, 70% da superfície terrestre (oceanos, desertos, montanhas) não permite este tipo de acompanhamento.

Os aviões também têm de estar devidamente equipados para o sistema ser operacional.

"O facto de atribuir frequências para que as estações espaciais possam receber sinais ADS-B [Automatic Dependent Surveillance-Broadcast, informações relativas à origem/destino, rota, velocidade, altitude, etc] provenientes dos aviões vai permitir seguir os voos em tempo real em qualquer parte do mundo", disse François Rancy, diretor da área das radiocomunicações da União Internacional das Telecomunicações (UIT), o organismo especializado das Nações Unidas para a área das tecnologias de informação e comunicações.

A execução da medida ficará, no entanto, a cargo da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI), outra agência da ONU com sede em Montreal que vai trabalhar em cooperação com as companhias aéreas internacionais.

Este acordo surge após o desaparecimento misterioso do voo MH370 da companhia Malaysian Airlines a 08 de março de 2014.

O Boeing 777 fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim com 239 pessoas a bordo quando desapareceu dos radares sem deixar qualquer rasto.

Este caso "estimulou a discussão mundial sobre o acompanhamento global dos voos e a necessidade de uma ação coordenada", disse hoje a UIT.

Em julho passado, um fragmento de asa foi descoberto ao largo da Ilha de Reunião, um território ultramarino francês no Oceano Índico.

O fragmento da asa, com dois metros de comprimento, foi posteriormente levado para França para ser submetido a análises de especialistas em aviação.

Em setembro, a justiça francesa confirmou que o fragmento de asa pertencia ao voo MH370 da Malaysia Airlines.

Lusa

  • Família Aveiro na inauguração do Aeroporto Cristiano Ronaldo
    2:34

    País

    A decisão de dar o nome de Cristiano Ronaldo ao aeroporto da Madeira divide opiniões. Contudo, na cerimónia de inauguração desta quarta-feira só se ouviram aplausos. Os madeirenses juntaram-se à porta do aeroporto para ver e receber o melhor jogador do mundo. Também a família do jogador esteve na Madeira para apoiar Ronaldo.

  • A (polémica) mudança de nome do aeroporto da Madeira
    2:00

    País

    O aeroporto da Madeira é desde esta quarta-feira aeroporto Cristiano Ronaldo. O Presidente da República e o primeiro-ministro estiveram juntos na homenagem ao futebolista. A alteração não é consensual entre os madeirenses.

  • O busto de Ronaldo que virou piada no mundo inteiro
    2:04

    País

    No dia em que foi formalizado o novo nome do aeroporto da Madeira, foi também conhecido o busto em bronze de Cristiano Ronaldo e que, desde logo, começou a provocar reações em todo o mundo. As críticas da imprensa internacional não são propriamente positivas e a internet aproveitou para dar contornos humorísticos à criação.

  • A história de um dos maiores fãs de Cristiano Ronaldo
    5:52

    Desporto

    Um dos maiores fãs de Cristiano Ronaldo não perdeu a oportunidade de se deslocar à Madeira, para conhecer o ídolo e o local onde Cristiano nasceu e cresceu. Lucas Mendes é brasileiro, tem apenas 23 anos e criou a página de fãs de Ronaldo mais seguida no Brasil.

  • Os seus descontos para a Segurança Social estão em ordem?
    7:50
    Contas Poupança

    Contas Poupança

    4ª FEIRA JORNAL DA NOITE

    Os portugueses estão cada vez mais preocupados com a reforma. O valor que se vai receber depende dos descontos que se fizerem para a Segurança Social. Mas há contabilistas que cometem burlas com o dinheiro dos clientes, há esquecimentos, e empresas que deixam de pagar as contribuições por falta de verbas. O Contas Poupança explica-lhe como pode ver neste instante se todos os seus descontos estão nos cofres da Segurança Social, e corrigir algum erro antes que seja tarde demais.

  • "Não há razão para fingirmos que hoje é um dia feliz"
    1:55

    Brexit

    Depois de receber esta quarta-feira a notificação do Brexit, o presidente do Conselho Europeu antecipou negociações difíceis. Donald Tusk diz que agora é preciso minimizar os prejuízos para os cidadãos europeus e para as empresas.

  • "Não há recuo possível"
    2:30

    Brexit

    O processo de saída do Reino Unido da União Europeia começou esta quarta-feira, com a ativação do artigo 50.º do Tratado de Lisboa. A notificação de Theresa May foi feita por carta a Donald Tusk e a primeira-ministra disse que não recuo possível. O processo de negociações levará dois anos e a saída do Reino Unido da União Europeia ficará concluída em 2019.