sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 26 estados norte-americanos recusam refugiados sírios

Pelo menos 26 dos 50 estados norte-americanos, quase todos sob controlo político republicano, desafiaram o Presidente Barack Obama, ao negarem acolher refugiados sírios após os atentados da passada sexta-feira em Paris.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Os estados dispostos a encerrar as portas aos refugiados sírios são o Arizona, Alabama, Arkansas, Carolina do Norte, Carolina do Sul, Flórida, Geórgia, Ilinóis, Idaho, Indiana, Iowa, Kansas, Luisiana, Maine, Michigan, Mississípi, Massachusetts, Nebrasca, Nova Jersey, Novo México, Ohio, Oklahoma, Tennessee, Texas e Wisconsin, dirigidos por governadores do Partido Republicano.

A lista também inclui o estado do New Hampshire, liderado por uma governadora democrata, o mesmo partido de Obama.

Os governadores anunciaram a sua recusa depois de num dos lugares dos atentados em Paris ter sido encontrado um passaporte com o nome de um cidadão sírio que entrou na Europa como refugiado, embora não haja certezas de que pertencesse à pessoa junto à qual o documento foi encontrado ou mesmo que seja um documento verdadeiro.

Vários estados dos EUA liderados por governadores democratas, como o Connecticut, Vermont e Pensilvânia, garantiram que as suas portas continuam abertas para os refugiados que fogem do conflito na Síria.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.