sicnot

Perfil

Mundo

Turquia vai informar NATO e ONU, um piloto capturado por rebeldes sírios

O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, anunciou hoje que vai comunicar à NATO e à ONU ter abatido um caça-bombardeiro russo na fronteira com a Síria. A Rússia diz que para já é prematuro falar num "agravamento das relações russo-turcas".

© Osman Orsal / Reuters

"Um avião 'Su-24' russo foi abatido (...) porque violou o espaço aéreo turco, apesar dos avisos", disse a presidência turca, citada pela agência noticiosa francesa AFP.

O ministério da Defesa russo indicou que o caça Suhkoi "manteve-se sempre e exclusivamente em espaço aéreo sírio", o qual nunca deixou.

Um dos dois pilotos russos foi capturado por rebeldes sírios, noticiou a cadeia de televisão turca CNN-Turk.

O piloto foi capturado por rebeldes sírios turcomenos que combatem o regime de Bashar al-Assad nas montanhas próximas da fronteira da Turquia, junto à província de Hatay, no sul do país, acrescentou a mesma fonte.

  • Avião militar russo abatido pela Turquia
    0:43

    Mundo

    Um avião militar russo foi abatido pela força aérea turca na fronteira com a Síria. A informação é confirmada por fonte militar de Ancara que justifica o ato com a violação do espaço aéreo turco levada a cabo pelo aparelho.

  • Turquia acusa Rússia de violar espaço aéreo

    Mundo

    Fonte militar de Ancara, capital da Turquia, confirma ter abatido um avião que sobrevoava ilegalmente o espaço aéreo turco. Garante ainda que o aparelho não respeitou os repetidos avisos emitidos pelas autoridadades turcas.

  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.