sicnot

Perfil

Mundo

Rei da Arábia Saudita estuda perdão a "blooger" vencedor do Prémio Sahkarov

Um recurso para que o Rei da Arábia Saudita possa emitir um perdão presidencial ao 'blogger' Raif Badawi, cuja dura sentença gerou uma onda de solidariedade internacional, foi já entregue, disse hoje um diplomata suíço.

© Faisal Nasser / Reuters

"O procedimento para o perdão está em curso junto do chefe de Estado, que é o Rei Salman, disse o secretário de estado do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Suíça, Yves Rossier, em declarações ao jornal suíço La Liberté, citado pela AFP.

Raif Badawi foi condenado em janeiro de 2012 por crimes cibernéticos a 1000 chibatadas, tendo recebido as primeiras 50 logo em janeiro, mas desde então, no seguimento da pressão internacional, não recebeu mais.

No Parlamento Europeu, Raif Badawi, de 31 anos, foi agraciado com o Prémio Sakharov no mês passado, e na semana passada os diplomatas suíços levantaram o tema junto das autoridades da Arábia Saudita.

A Comissão Europeia salientou a importância que a União Europeia (UE) dá à liberdade de expressão, felicitando a atribuição, pelo Parlamento Europeu, do Prémio Sakharov ao bloguer saudita Raif Badawi.

"A escolha de Badawi sublinha a importância dada pela UE à promoção do debate político e social e o apoio à liberdade de expressão em todo o mundo", disse o porta-voz do executivo comunitário, Margaritis Schinas, na conferência de imprensa diária.

Raif Badawi foi condenado a 10 anos de prisão, a mil chibatadas e a uma multa pesada por ter criado um website para o debate social e político, "Free Saudi Liberals", considerado ofensivo para o Islão.

O ativista está atualmente a cumprir a pena na Arábia Saudita.

Lusa

  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.