sicnot

Perfil

Mundo

Israel diz que não vai dar "nem um metro quadrado" à Palestina

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, assegurou hoje que não vai transferir "nem um metro quadrado" de território para os palestinianos, respondendo às medidas apresentadas pela União Europeia para acalmar as tensões na zona.

© POOL New / Reuters

"Não haverá transferência de territórios para os palestinianos, nem 40 mil metros quadrados, nem 10 mil, nem um metro quadrado", disse Netanyahu numa reunião do partido, que antecedeu o conselho de ministros, segundo a agência de notícias Ynet, citada pela espanhola Efe.

O dirigente israelita comentava assim uma proposta em debate nas últimas semanas para melhorar as condições de vida dos palestinianos e acalmar as tensões que se elevaram desde o final de setembro.

Agravada em outubro, a nova onda de violência já fez mais de uma centena de vítimas mortais do lado dos palestinianos, mais de metade dos quais em ataques que mataram 19 israelitas, um eritreu e um norte-americano.

A propagação da violência fez temer o lançamento de uma terceira 'Intifada', levando a diplomacia dos Estados Unidos a procurar envolver-se numa solução diplomática para o conflito que se arrasta há décadas.

Na terça-feira, o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, abordou a questão com Netanyahu e também com o presidente palestiniano, Mahum Abás, em reuniões em Jerusalém e Ramalá, avançando com um conjunto de medidas para acalmar os ânimos, entre as quais estava uma petição para que Israel passe algumas zonas da Cisjordânia atualmente em seu controlo (a Zona C segundo a tipificação dos Acordos de Oslo) para a jurisdição palestiniana (Zonas A e B).

Lusa

  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    País

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.