sicnot

Perfil

Mundo

Al-Assad acusa França de apoiar terroristas

O Presidente sírio, Bashar al-Assad, acusou a França de "apoiar o terrorismo" e afirmou que considerava Praga um possível local para assinar um acordo de paz que acabasse com a guerra civil no seu país.

© Sana Sana / Reuters

Em declarações transmitidas hoje pela televisão checa, em antecipação de uma entrevista que vai ser transmitida na terça-feira, al-Assad respondia a uma pergunta sobre se admitia assinar na capital checa um acordo de paz, como sugerido pelo Presidente da República Checa, Milos Zeman, em setembro passado.

"Naturalmente. Se perguntar aos sírios, eles dir-lhe-ão que não querem uma conferência de paz em França, por exemplo, porque a França apoia o terrorismo e a guerra, não a paz", disse à televisão pública CT, acrescentando: "E se mencionar Praga, seria bem acolhido, porque o vosso país tem tido uma posição equilibrada".

Enquanto último posto avançado diplomático ocidental na Síria, a embaixada checa tornou-se uma plataforma para contactos confidenciais entre os EUA e a União Europeia com o regime de Damasco, entre vários movimentos relacionados com a negociação do fim da guerra civil, que dura há quatro anos.

A França tem sido inflexível na sua oposição a al-Assad, classificando-o como um "carniceiro" do seu próprio povo e hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius, afirmou que trabalhar com o Exército sírio na luta contra o grupo radical Estado Islâmico era uma possibilidade que não se punha até que Assad saísse do poder.

Lusa

  • Catalunha vs Espanha
    29:35

    Grande Reportagem SIC

    2017 ficará como o ano da Catalunha e de como a região espanhola foi falada em todo o mundo, por causa do grito de independência que não aconteceu. O jornalista Henrique Cymerman esteve na Catalunha e foi um dos poucos repórteres do mundo que conseguiu chegar ao esconderijo do presidente demissionário do Governo catalão, Carles Puigdemont, em Bruxelas.

  • Pensões vão subir em janeiro

    Economia

    As pensões vão subir entre 1 e 1,8% em janeiro próximo. O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou esta quinta-feira o valor da inflação, que vai definir a atualização das reformas em 2018.

  • Investigação australiana recomenda fim do celibato na Igreja Católica

    Mundo

    Uma investigação australiana sobre abuso sexual de crianças recomendou hoje à Igreja Católica que levante a exigência de celibato ao clero, de acordo com o relatório final. O mesmo documento, com 189 recomendações e 17 volumes, indicou que deve também ser esclarecido até onde vai o segredo da confissão quando estão em causa provas de crimes contra menores.

  • Trabalhos de estabilização de solos nas áreas ardidas começam na Lousã
    1:24

    País

    Vários concelhos afetados pelos incêndios estão a começar a receber uma intervenção de emergência para estabilizar os solos nas áreas ardidas. O trabalho arrancou esta quinta-feira na zona da Lousã e tem como objetivo reduzir o impacto da chuva nos terrenos afetados pelos fogos. Nos trabalhos, estão presentes o Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro e a Força Especial de Bombeiros.

  • Anúncio de lince ibérico no OLX sob investigação
    1:25

    País

    A GNR está a investigar um anúncio de venda de um lince ibérico no site de classificados OLX. As autoridades admitem poder tratar-se de uma bricandeira, mas sendo o lince uma espécie protegida e a sua captura e venda um crime, o caso está a ser investigado. O anúncio foi entretanto retirado do site.