sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades espanholas detêm suspeito de se querer juntar ao Estado Islâmico

As autoridades espanholas anunciaram hoje a detenção de um homem de nacionalidade marroquina, em Pamplona, que alegadamente se preparava para viajar para a Síria para se juntar ao grupo extremista Estado Islâmico.

Arquivo reuters

O Ministério do Interior informou que o detido, de 32 anos, também fazia propaganda ao grupo no estabelecimento hoteleiro onde trabalhava.

Segundo o comunicado do ministério, foi detido esta manhã "um cidadão marroquino de 32 anos, residente em Pamplona, que tinha dado início a preparativos para viajar para a Síria, com a intenção de se unir às fileiras do DAESH [Estado Islâmico]".

O detido chamou a atenção dos Serviços de Informação "ao ter mostrado sinais claros de radicalização, mudando o seu comportamento e aparência, assim como o seu círculo de amizades", ao ponto de recusar relacionar-se com alguns familiares diretos devido "à sua adesão à ideologia radical".

Após a sua radicalização, o detido "intensificou", segundo o ministério, a visualização de vídeos e notícias relacionadas com o Estado Islâmico no estabelecimento de hotelaria onde trabalhava, a partir de onde difundia, "entre alguns clientes selecionados por ele, as gravações que descarregava, entre as quais havia fotos, vídeos e ligações para aceder às publicações do DAESH através das redes sociais".

A investigação da Guarda Civil espanhola constatou também "a participação ativa do detido em atividades de recrutamento, tanto no seu círculo próximo, como de forma virtual, através da Internet".

Os responsáveis pela investigação centram-se agora em "desvendar a possível rede de contactos" que o detido usava em Espanha e "esclarecer quais os meios e apoios com que contava para alcançar o seu destino final na Síria".

  • Depois do Fogo
    0:25
  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15

    Mundo

    Na Califórnia, nos Estados Unidos, já foi eleito o cão mais feio do mundo de 2017, num concurso que se repete há 29 anos. Com 57 quilos, Martha recebeu a distinção enquanto ressonava no palco.