sicnot

Perfil

Mundo

Cantora Pink nomeada embaixadora da UNICEF

A cantora norte-americana Pink foi esta segunda-feira nomeada embaixadora da UNICEF, a agência das Nações Unidas para a Infância, e comprometeu-se particularmente a combater a subnutrição, adiantou a AFP.

Pink afirmou que "todas as crianças devem poder crescer de boa saúde e desenvolverem plenamente todo o seu potencial". (Arquivo)

Pink afirmou que "todas as crianças devem poder crescer de boa saúde e desenvolverem plenamente todo o seu potencial". (Arquivo)

© Danny Moloshok / Reuters

"Eu, que sou mãe, ficou desolada de ver que as crianças sofrem por não estarem convenientemente alimentadas", declarou a cantora, que tem uma menina de três anos.

Pink afirmou que "todas as crianças devem poder crescer de boa saúde e desenvolverem plenamente todo o seu potencial".

Em julho, a artista norte-americana esteve no Haiti, onde visitou um centro de tratamento para crianças que sofrem de subnutrição.

Lusa

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • O vestido de Jennifer Lawrence que está a dar que falar

    Cultura

    Jennifer Lawrence escolheu um vestido arrojado para usar na sessão fotografia do próximo filme e a internet reagiu. Muitas foram as críticas feitas, que davam conta de uma roupa "demasiado reveladora" para o frio que se fazia sentir em Londres. Mas Jennifer Lawrence não deixou passar, criticando os comentários "sexistas" e "nada feministas".

    SIC

  • Proposta criação de 77 mil empregos através de uma descida da TSU
    1:23
  • Governo enfrenta vaga de contestação
    2:35

    Economia

    O Governo enfrenta uma onda de contestação. Guardas prisionais, procuradores, professores, médicos e enfermeiros descontentes ameaçam com greves nos diferentes setores, já nos meses de março e abril.

  • 296 mortos em 2 dias de bombardeamentos em Ghouta Oriental
    2:16
  • Tiroteio na Florida foi o 18.º registado em meio escolar nos EUA desde janeiro
    1:25