sicnot

Perfil

Mundo

Dinamarca rejeita em referendo maior cooperação com a UE na justiça e segurança

A Dinamarca recusou esta quinta-feira, em referendo, reforçar a cooperação política nos setores da Justiça e Segurança da União Europeia, com o "não" a vencer com 53,3% dos votos.

(Arquivo)

(Arquivo)

Matt Dunham / AP

Segundo os primeiros resultados provisórios e quando estão contados 78,3% dos votos, o "não" obteve 53,3% e o "sim" 46,7%.

Os dinamarqueses já tinham recusado em 1992 o tratado de Maastricht, mas aprovaram um ano depois uma versão alternativa, com exceções na política comum em quatro áreas, nomeadamente união monetária e económica, defesa, cooperação policial e jurídica.

O referendo hoje realizado foi convocado em agosto passado pelo primeiro-ministro dinamarquês, o liberal Lars Lokke Rasmussen, pouco depois de assumir o cargo, obedecendo a um acordo assinado na anterior legislatura entre vários partidos.

Os defensores do "sim" argumentam que a Dinamarca se arrisca a ter que abandonar a Agência de Polícia Europeia (Interpol) se mantiver as exceções, enquanto os apoiantes do "não" consideraram que poderá continuar com um acordo paralelo.

Este é o sétimo referendo realizado na Dinamarca desde a sua entrada em 1972 para a Comunidade Económica Europeia.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.