sicnot

Perfil

Mundo

Lula da Silva diz estar "indignado" com pedido de destituição de Dilma

O ex-Presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje, no Rio de Janeiro, estar "indignado" com a aceitação do pedido de destituição da Presidente Dilma Rousseff pelo líder da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.

© Ricardo Moraes / Reuters

"Subordinar os interesses de um país a uma visão pessoal, coorporativa e de vingança? Quero crer que não é verdade, pois, se for, é muita leviandade", afirmou Lula da Silva, referindo-se a Eduardo Cunha, numa conferéncia de imprensa juntamente com o Governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão.

O Governandor, membro do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB, o mesmo de Eduardo Cunha), disse que o Presidente da Câmara dos Deputados brasileira "errou" ao aceitar o pedido de impugnação e que o país, neste momento, precisa de união.

Luiz Fernando Pezão fará parte de um grupo de Governadores que irá defender a permanência de Rousseff na Presidência e a falta de sustentação jurídica do pedido de "impeachment".

O Presidente do Partido dos Trabalhadores (PT, de Rousseff e de Lula da Silva), Rui Falcão, também afirmou que o texto não tem sustentação jurídica e negou que Rousseff tenha cometido ilegalidades em troca de apoio político.

"O que está em jogo não é se se gosta de Dilma, do Governo, ou não. É a democracia do país, que foi conquistada duramente", declarou Rui Falcão à imprensa.

Lusa

  • Desespero e euforia marcaram o 8.º dia de Mundial
    0:50
  • A derrota que envergonhou a Argentina e apurou a Croácia

    Mundial 2018 / Argentina

    A Croácia garantiu esta quinta-feira a passagem aos oitavos de final do Mundial 2018. A seleção croata bateu a Argentina por 3-0 e deixou os sul-americanos com as contas do apuramento muito complicadas. Veja aqui os golos e os principais lances do encontro.

  • Lisboa vence prémio Capital Europeia Verde de 2020

    País

    A cidade de Lisboa venceu o prémio de Capital Europeia Verde de 2020, anunciou o comissário da União Europeia para o Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, Karmenu Vella, numa cerimónia que decorreu em Nijmegen, na Holanda.

  • Trump culpa democratas pela separação de pais e filhos
    0:22