sicnot

Perfil

Mundo

Astronauta britânico fará maratona de Londres a bordo de estação espacial

O astronauta britânico Tim Peake revelou hoje que irá participar na próxima maratona de Londres, mas que o fará a partir do espaço, a bordo da estação espacial internacional (ISS).

Tim Peake

Tim Peake

Reuters

"A partir do momento em que me confiaram a missão, pensei que seria genial correr a maratona de Londres a bordo da estação. É um acontecimento planetário, para lá das fronteiras do mundo", sublinhou o antigo piloto de testes de helicópteros, de 43 anos.

Tim Peake, que é o segundo astronauta britânico no espaço, a seguir a Helen Sharman (1991), deverá 'sair' a 15 de dezembro, a partir do Cazaquistão, a bordo da nave russa Soyouz e para uma missão de seis meses.

A corrida de Tim Peake acontecerá em simultâneo com os 37.000 participantes na prova terrena, com o astronauta a pretender cumprir os 42,195 quilómetros, num sistema em que estará 'aparelhado' e terá um ecrã da maratona junto a si.

"Vou poder ver-me a correr nas ruas de Londres, enquanto orbito à volta da terra, a uma velocidade de 27.000 quilómetros por hora", acrescentou o astronauta, que estará na missão espacial em representação da agência espacial europeia.

No currículo o astronauta conta, no entanto, com alguma experiência, depois de ter corrido em 1999 a maratona de Londres, com a marca de 3:18.50 horas: "não penso bater esse recorde a bordo. O sistema de arnês é uma contrariedade".

Em 2007, a norte-americana Sunita Lyn Williams correu o equivalente à maratona de Boston em 4:24 horas, também a bordo da estação espacial internacional (ISS).

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57