sicnot

Perfil

Mundo

Astronauta britânico fará maratona de Londres a bordo de estação espacial

O astronauta britânico Tim Peake revelou hoje que irá participar na próxima maratona de Londres, mas que o fará a partir do espaço, a bordo da estação espacial internacional (ISS).

Tim Peake

Tim Peake

Reuters

"A partir do momento em que me confiaram a missão, pensei que seria genial correr a maratona de Londres a bordo da estação. É um acontecimento planetário, para lá das fronteiras do mundo", sublinhou o antigo piloto de testes de helicópteros, de 43 anos.

Tim Peake, que é o segundo astronauta britânico no espaço, a seguir a Helen Sharman (1991), deverá 'sair' a 15 de dezembro, a partir do Cazaquistão, a bordo da nave russa Soyouz e para uma missão de seis meses.

A corrida de Tim Peake acontecerá em simultâneo com os 37.000 participantes na prova terrena, com o astronauta a pretender cumprir os 42,195 quilómetros, num sistema em que estará 'aparelhado' e terá um ecrã da maratona junto a si.

"Vou poder ver-me a correr nas ruas de Londres, enquanto orbito à volta da terra, a uma velocidade de 27.000 quilómetros por hora", acrescentou o astronauta, que estará na missão espacial em representação da agência espacial europeia.

No currículo o astronauta conta, no entanto, com alguma experiência, depois de ter corrido em 1999 a maratona de Londres, com a marca de 3:18.50 horas: "não penso bater esse recorde a bordo. O sistema de arnês é uma contrariedade".

Em 2007, a norte-americana Sunita Lyn Williams correu o equivalente à maratona de Boston em 4:24 horas, também a bordo da estação espacial internacional (ISS).

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.