sicnot

Perfil

Mundo

Dois palestinianos abatidos após ferirem soldado israelita

Dois palestinianos esfaquearam um soldado israelita na cidade de Hebron, na Cisjordânia, ferindo-o antes de serem abatidos por soldados, informou hoje o exército.

© Baz Ratner / Reuters

"Dois atacantes esfaquearam um soldado em Hebron. Em resposta à ameaça, as forças dispararam contra os atacantes, resultando nas suas mortes", disse o exército em comunicado.

Mais de 120 pessoas morreram desde 01 de outubro, quando surgiu nova onda de violência nestes territórios, incluindo 107 palestinianos e 17 israelitas.

Na quinta-feira à noite, um veículo israelita que viajava perto da cidade de Ramallah, na Cisjordânia, foi atingindo por tiros, indicou o exército.

Em declarações à radio pública hoje de manhã, o condutor disse que o para-brisas do carro ficou cravado de balas mas nem ele nem os passageiros ficaram feridos.

Em incidentes distintos na quinta-feira, em Jerusalém e na Cisjordânia, três pessoas ficaram feridas, incluindo um polícia israelita e um soldado. Dois alegados atacantes palestinianos foram abatidos a tiro.

As forças de segurança palestinianas disseram que um dos mortos, um homem armado que o exército disse ter disparado contra soldados na cidade de Hizmeh, era membro das forças de segurança da Autoridade Palestiniana, identificando-o como Mazen Hassan Orebeih, de 37 anos.

Lusa

  • Israel admite que tem mantido operações militares na Síria
    0:25

    Mundo

    Depois das suspeitas antigas de que Israel tem realizado vários ataques aéreos em alvos especifícos em território sírio, o primeiro-ministro israelita reconheceu esta terça-feira que Telavive tem, de facto, levado a cabo algumas operações militares na Síria. Sem especificar quais, Benjamin Netanyahu admitiu apenas que Israel tem intervido, de tempos a tempos, para impedir a transferência de armas para o Hezbollah, no Líbano.

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31

    Grande Reportagem SIC

    Carlos Queiroz, ex-selecionador de Portugal, dá-nos uma entrevista forte e transparente. Entrevistámo-lo no Dubai, um lugar que a investigação da SIC coloca no centro do mapa do escândalo do GES/BES. Aqui antecipamos a Grande Reportagem da próxima semana.

    Exclusivo online