sicnot

Perfil

Mundo

FBI investiga tiroteio na Califórnia como ato de terrorismo

O FBI está a investigar o massacre da passada quarta-feira em San Bernardino, no estado norte-americano da Califórnia, como sendo um ato terrorista.

© Mike Blake / Reuters

"Estamos, a partir de agora, a investigar estes acontecimentos horríveis na hipótese de um ato terrorista. Temos provas que mostram que [os autores] fizeram uma minuciosa preparação", afirmou David Bowdich, um responsável do FBI em Los Angeles.

Em paralelo, uma agência noticiosa próxima do grupo extremista Estado Islâmico (EI) afirmou hoje que os autores do massacre eram "partidários" de um grupo 'jihadista'.

"Dois aderentes do Estado Islâmico atacaram o centro em, San Bernardino, na Califórnia, abrindo fogo no interior do local e matando 14 pessoas e ferindo mais 17 antes de se porem em fuga", indica a agência Aamaq.

Os dois atacantes, um casal de muçulmanos, foram de seguida mortos pela polícia. Diversos media norte-americanos referiram que a mulher terá jurado obediência no Facebook a Abu Bakr al-Baghdadi, o autoproclamado chefe do EI.

Com Lusa

  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • "Toda a gente merece direitos iguais"
    0:14

    Mundo

    A polícia de Istambul montou cordões de segurança para dispersar a multidão que se juntou para a Marcha do Orgulho Gay, este domingo. O Governo proibiu a marcha por considerar que representa um risco para a segurança pública. Uma das ativistas fala numa decisão sem sentido, e diz que todas as pessoas merecem direitos iguais.

  • "Ela veio lá de fora e começou a atropelar as pessoas"
    0:43

    Mundo

    O atropelamento deste sábado em Newcastle, no Reino Unido, provocou pelo menos seis feridos. No local, as pessoas relatam momentos de pânico. Uma testemunha afirma que a condutora nunca perdeu o controlo do carro e que dirigiu intencionalmente contra a multidão.