sicnot

Perfil

Mundo

FBI investiga tiroteio na Califórnia como ato de terrorismo

O FBI está a investigar o massacre da passada quarta-feira em San Bernardino, no estado norte-americano da Califórnia, como sendo um ato terrorista.

© Mike Blake / Reuters

"Estamos, a partir de agora, a investigar estes acontecimentos horríveis na hipótese de um ato terrorista. Temos provas que mostram que [os autores] fizeram uma minuciosa preparação", afirmou David Bowdich, um responsável do FBI em Los Angeles.

Em paralelo, uma agência noticiosa próxima do grupo extremista Estado Islâmico (EI) afirmou hoje que os autores do massacre eram "partidários" de um grupo 'jihadista'.

"Dois aderentes do Estado Islâmico atacaram o centro em, San Bernardino, na Califórnia, abrindo fogo no interior do local e matando 14 pessoas e ferindo mais 17 antes de se porem em fuga", indica a agência Aamaq.

Os dois atacantes, um casal de muçulmanos, foram de seguida mortos pela polícia. Diversos media norte-americanos referiram que a mulher terá jurado obediência no Facebook a Abu Bakr al-Baghdadi, o autoproclamado chefe do EI.

Com Lusa

  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.