sicnot

Perfil

Mundo

Jornal norueguês noticia a morte do Pai Natal aos 227 anos

Um jornal norueguês publicou a morte do Pai Natal, aos 227 anos, no obituário. Depois do erro, o Aftenposten pediu desculpa e garantiu que o personagem mais famoso do Natal não só está vivo, como está bem.

aftenposten.no

aftenposten.no

Foi na quinta-feira passada que alguém do Aftenposten publicou, no obituário do jornal, que o Pai Natal, agora com 227 anos, tinha morrido. No registo surgia a informação de que a figura que distribui presentes no Natal nasceu a 12 de dezembro de 1788 e que acabou por falecer no passado dia 3 de dezembro, segundo noticia o site da Globo.

Data de registo, data da morte, só faltava mesmo agendar o funeral. O acontecimento também constava da notícia que dava conta que quem se quisesse despedir do Pai Natal o poderia fazer no dia 28 deste mês na "Capela do Pólo Norte".

Num artigo online, o editor do jornal, Håkon Borud, afirmou que "o Aftenposten tem regras estritas sobre o conteúdo e o uso de símbolos no nosso obituário" e que o "anúncio é uma distorção (dessas regras) e nunca deveria ter sido publicado".

Ainda assim, o motivo de tal publicação não foi revelado.

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.