sicnot

Perfil

Mundo

Aviação turca volta a atacar posições do PKK no norte do Iraque

A aviação turca efetuou uma série de raides noturnos contra posições do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no norte do Iraque e "destruiu numerosos alvos", anunciou hoje em comunicado o estado-maior turco.

Reuters

Reuters

© Murad Sezer / Reuters

O exército precisou que os ataques foram efetuados em diversas zonas do norte do Iraque, incluindo os montes Kandil, considerado um refúgio de retaguarda dos rebeldes curdos da Turquia.

Um dos porta-vozes do PKK na Tuquia, Dahmat Agit, referiu que os ataques se iniciaram perto das 23:00 locais (20:00 em Lisboa).

"Prolongaram-se por cerca de uma hora e atingiram três povoações", precisou, acrescentando que nenhum membro do PKK foi morto nesta operação militar.

Um responsável curdo local afirmou igualmente que os raides não provocaram vítimas, apesar de se referir a infraestruturas hidráulicas e elétricas seriamente danificadas, para além de campos de cultivo.

Num incidente distinto, um polícia turco foi abatido por atiradores do PKK em Diyarbakir, a grande cidade do sudeste da Turquia de maioria curda, quando tentava desarmar uma bomba, referiu a agência noticiosa pró-governamental Anatolia.

Após mais dois anos de cessar-fogo, os combates foram retomados no verão entre as forças de segurança turcas e o PKK -- considerado uma organização terrorista pela Turquia, Estados Unidos e União Europeia --, no sudeste do país de maioria curda.

Os confrontos interromperam as conversações que decorriam desde finais de 2012 entre o governo islamita-conservador e os rebeldes para tentar por termo a um conflito que desde 1984 já provocou mais de 40.000 mortos e uma vaga de destruições, incluindo milhares de povoações curdas nesta região fronteiriça da Síria, Iraque e Irão.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, reiterou na terça-feira a firmeza do governo ao declarar que "se o terrorismo levantar 1.000 vezes a cabeça" o Estado "esmagá-lo-á 1.000 vezes".

Lusa

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Mariana Mortágua acusa Governo anterior de deixar escapar milhões para offshores
    1:39

    Opinião

    Mariana Mortágua e Adolfo Mesquita estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para mais um Esquerda Direita. Mariana Mortágua acusou o Governo anterior de, por opção ou negligência, ter deixado escapar 10 mil milhões de euros para offshores. Já Adolfo Mesquita Nunes, do CDS-PP, desvalorizou o assunto afirmando que serve apenas para desviar as atenções da questão da Caixa Geral de Depósitos

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.