sicnot

Perfil

Mundo

Aviação turca volta a atacar posições do PKK no norte do Iraque

A aviação turca efetuou uma série de raides noturnos contra posições do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no norte do Iraque e "destruiu numerosos alvos", anunciou hoje em comunicado o estado-maior turco.

Reuters

Reuters

© Murad Sezer / Reuters

O exército precisou que os ataques foram efetuados em diversas zonas do norte do Iraque, incluindo os montes Kandil, considerado um refúgio de retaguarda dos rebeldes curdos da Turquia.

Um dos porta-vozes do PKK na Tuquia, Dahmat Agit, referiu que os ataques se iniciaram perto das 23:00 locais (20:00 em Lisboa).

"Prolongaram-se por cerca de uma hora e atingiram três povoações", precisou, acrescentando que nenhum membro do PKK foi morto nesta operação militar.

Um responsável curdo local afirmou igualmente que os raides não provocaram vítimas, apesar de se referir a infraestruturas hidráulicas e elétricas seriamente danificadas, para além de campos de cultivo.

Num incidente distinto, um polícia turco foi abatido por atiradores do PKK em Diyarbakir, a grande cidade do sudeste da Turquia de maioria curda, quando tentava desarmar uma bomba, referiu a agência noticiosa pró-governamental Anatolia.

Após mais dois anos de cessar-fogo, os combates foram retomados no verão entre as forças de segurança turcas e o PKK -- considerado uma organização terrorista pela Turquia, Estados Unidos e União Europeia --, no sudeste do país de maioria curda.

Os confrontos interromperam as conversações que decorriam desde finais de 2012 entre o governo islamita-conservador e os rebeldes para tentar por termo a um conflito que desde 1984 já provocou mais de 40.000 mortos e uma vaga de destruições, incluindo milhares de povoações curdas nesta região fronteiriça da Síria, Iraque e Irão.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, reiterou na terça-feira a firmeza do governo ao declarar que "se o terrorismo levantar 1.000 vezes a cabeça" o Estado "esmagá-lo-á 1.000 vezes".

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.