sicnot

Perfil

Mundo

Cientistas desenvolvem computador que imita forma de aprendizagem de humanos

Um grupo de cientistas desenvolveu um computador que imita a forma como os seres humanos aprendem novos conceitos, o que significa mais "um pequeno passo" no campo da inteligência artificial, refere um estudo divulgado hoje na revista Science.

© Robert Galbraith / Reuters

"Estamos a tentar reduzir a diferença entre a capacidade da aprendizagem dos seres humanos e das máquinas (...) e descobrir a razão pela qual os seres humanos são tão bons a generalizar conceitos", disse Joshua Tenenbaum, um dos responsáveis pela investigação, do Departamento de Ciência Cognitivas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos.

Segundo o estudo, a principal virtude dos seres humanos é a sua "velocidade" e "diversidade" na hora de aprender novos conceitos e aplicá-los em novas situações.

"Os computadores têm dificuldade de generalizar a partir de amostras individuais" disse Brenden Lake, da Universidade de Nova Iorque e autor do estudo.

Os investigadores concentraram em aprender caracteres escritos à mão de vários alfabetos e desenvolver um algoritmo que permita a sua generalização a partir de alguns exemplos.

"O computador não tem um programa que se aplica a cada situação, mas um programa completo de diversos programas de aprendizagem que se adapta a cada circunstância", acrescentou.

Ao comparar a capacidade daqueles computadores quando confrontados com tarefas de aprendizagem, incluindo a criação a partir de exemplos de caracteres vistos apenas em poucas ocasiões, com outros computadores e seres humanos, comprovou-se como superavam outros computadores e igualavam-se aos seres humanos.

Em muitos casos, os resultados dos seres humanos e este novo modelo cognitivo eram "praticamente indistinguíveis".

"Na inteligência artificial não há grandes resultados. Existe um conjunto de boa ideias que funcionam. Esta é outra boa ideia, mais um pequeno passo", disse Lake.

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • Avicii tinha deixado os palcos há 2 anos por motivos de saúde
    2:14
  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Portugal compromete-se a enviar profissionais de saúde para África
    2:39
  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • Karlie Kloss, o "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59