sicnot

Perfil

Mundo

Filho de Kadhafi libertado pouco depois do anúncio do seu rapto no Líbano

Hannibal Kadhafi, um dos filhos do antigo ditador líbio, Muammar Kadhafi, foi hoje libertado, poucas horas depois de ter sido anunciado o seu rapto por um grupo armado no Líbano, noticiou a AFP.

De acordo com a Agence France Presse (AFP), Hannibal Kadhafi será interrogado pela polícia libanesa, que cita fontes da segurança, as quais escusaram-se a adiantar que grupo armado tinha sequestrado o filho do falecido ditador da Líbia.

Hannibal Kadhafi, que é filho da segunda mulher de Muammar Kadhafi, está no Líbano desde final de 2011.

Com 40 anos e casado com a ex-modelo libanesa Aline Skaf, Hannibal seguiu carreira militar e tornou-se célebre depois de protagonizar vários incidentes violentos na Europa.

Em 2004, tinha sido detido em Paris por condução perigosa, o mesmo acontecendo em 2008, em Genebra, por ter agredido um dos empregados do hotel onde estava alojado.

Depois de duas noites na prisão e o pagamento de uma fiança de quase 300.000 euros, acabou por regressar à Líbia.

Este incidente provocou uma crise diplomática com a Suíça.

Um ano mais tarde, em 2005, a justiça francesa condenou-o a quatro meses de prisão por atos de violência contra a sua companheira, que na altura estava grávida.

Em 2010, a Suíça pagou 1,1 milhões de euros a Hannibal Kadhafi para libertar um executivo suíço que tinha sido feito refém na Líbia.

Em agosto de 2011, depois de o pai ter sido capturado na sequência de uma revolta popular que o levaria à morte, Hannibal Kadhafi refugiou-se na Argélia com a sua mãe e dois dos seus irmãos, Mohamed e Aisha.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.