sicnot

Perfil

Mundo

Obama agradece a Dilma Rousseff o seu papel no acordo de Paris

O Presidente dos Estados Unidos telefonou hoje à sua homóloga brasileira, Dilma Rousseff, a agradecer a sua "liderança" no "acordo climático histórico" alcançado na cimeira de Paris.

© Yuri Gripas / Reuters

Segundo um comunicado da Casa Branca, Obama felicitou Rousseff e a ministra brasileira do Ambiente, Izabella Teixeira, pelo papel do Brasil na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP21), que terminou no passado fim de semana com um acordo.

Por seu lado, Dilma Rousseff sublinhou a "importância da liderança dos Estados Unidos para garantir o êxito das negociações", de acordo com a mesma nota.

Os dois presidentes coincidiram na importância de os Estados Unidos e o Brasil trabalharem juntos enquanto decorre a fase de aplicação do acordo, acrescentou a Casa Branca.

Já no sábado, o Presidente dos Estados Unidos, o segundo país mais poluidor, depois da China, tinha enaltecido o primeiro acordo universal na luta contra as alterações climáticas.

Depois de duas semanas de negociações, representantes de 195 países chegaram em Paris a um acordo legalmente vinculativo para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, incluindo manter o aumento da temperatura média global "bem abaixo dos dois graus centígrados (2ºC)".

Lusa

  • Presidente do Conselho Europeu admite divergências com Trump

    Mundo

    O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, admitiu hoje que a reunião mantida em Bruxelas com o presidente norte-americano, Donald Trump, permitiu constatar pontos de concordância em várias áreas, mas também de discordância noutras, como clima, comércio e Rússia."

  • Mourinho volta a conquistar a Europa

    Liga Europa

    O Manchester United conquistou esta quarta-feira a Liga Europa pela primeira vez. Este foi o quarto título europeu para Mourinho, depois das conquistas da Taça UEFA, em 2002/03, e da Liga dos Campeões, em 2003/04 e 2009/10.

  • Mexicana vence ultramaratona a correr de sandálias e de saia

    Desporto

    Uma mexicana venceu uma ultramaratona de 50 quilómetros a correr de saia e sandálias de borracha. María Lorena Ramírez, de 22 anos, não é atleta profissional, nem recebeu treino específico para a Ultra Trail Cerro Rojo, prova que venceu, mas pertence à tribo Tarahumara, com uma longa e invulgar tradição de excelentes corredores.

    SIC

  • Marcelo diz que a Europa precisa de paixão
    2:36
  • Protestos e violência no Rio de Janeiro
    1:08