sicnot

Perfil

Mundo

Paris anuncia que Presidente cubano visita França em fevereiro

O Presidente cubano, Raul Castro, vai visitar França em fevereiro de 2016, anunciou hoje o porta-voz do governo francês, Stéphane Le Foll.

Raul Castro, Presidente cubano.

Raul Castro, Presidente cubano.

© Henry Romero / Reuters (Arquivo)

Na conferência de imprensa após a reunião do Conselho de Ministros, o porta-voz indicou apenas que "Raul Castro estará em Paris no mês de fevereiro".

O Eliseu (sede da Presidência francesa) e o Ministério dos Negócios Estrangeiros francês não avançaram, até ao momento, mais pormenores sobre a deslocação do líder cubano.

O chefe de Estado francês, François Hollande, realizou em maio deste ano uma visita oficial a Havana, onde foi recebido por Raul Castro, mas também pelo seu irmão e líder histórico cubano Fidel Castro.

Na altura, Hollande destacou que se tratava da primeira viagem oficial de um Presidente francês a Cuba, desde a independência daquele território em 1898.

O líder francês sublinhou ainda que a sua visita era "simbólica", porque era o primeiro presidente ocidental a visitar a ilha caribenha após o anúncio das negociações entre Washington e Havana para o restabelecimento das relações diplomáticas.

Paris pretendeu desta forma marcar posição na estratégia europeia em relação a Cuba.

A União Europeia (UE) e Cuba retomaram este ano as negociações para o primeiro acordo bilateral entre Havana e os parceiros europeus.

Ainda na sua visita a Havana, Hollande apelou ao fim do embargo norte-americano a Cuba, afirmando então que Paris iria fazer o que fosse possível para garantir que "as medidas que tanto prejudicaram o desenvolvimento de Cuba possam ser finalmente levantadas, revogadas".

Desde a década de 1990 Paris tem votado todos os anos na Assembleia-geral da ONU a favor de uma resolução que pede o levantamento do embargo norte-americano.

O embargo imposto por Washington à ilha caribenha está em vigor desde 1962.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Buscas no Benfica? "A Justiça está a funcionar"
    0:18

    Desporto

    Bruno de Carvalho reagiu esta quinta-feira às buscas efetuadas no Benfica. À saída de uma audiência no Ministério da Educação, o presidente do Sporting abordou o tema para dizer que é sinal de que a justiça está a funcionar.

  • Este foi provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC