sicnot

Perfil

Mundo

Paris anuncia que Presidente cubano visita França em fevereiro

O Presidente cubano, Raul Castro, vai visitar França em fevereiro de 2016, anunciou hoje o porta-voz do governo francês, Stéphane Le Foll.

Raul Castro, Presidente cubano.

Raul Castro, Presidente cubano.

© Henry Romero / Reuters (Arquivo)

Na conferência de imprensa após a reunião do Conselho de Ministros, o porta-voz indicou apenas que "Raul Castro estará em Paris no mês de fevereiro".

O Eliseu (sede da Presidência francesa) e o Ministério dos Negócios Estrangeiros francês não avançaram, até ao momento, mais pormenores sobre a deslocação do líder cubano.

O chefe de Estado francês, François Hollande, realizou em maio deste ano uma visita oficial a Havana, onde foi recebido por Raul Castro, mas também pelo seu irmão e líder histórico cubano Fidel Castro.

Na altura, Hollande destacou que se tratava da primeira viagem oficial de um Presidente francês a Cuba, desde a independência daquele território em 1898.

O líder francês sublinhou ainda que a sua visita era "simbólica", porque era o primeiro presidente ocidental a visitar a ilha caribenha após o anúncio das negociações entre Washington e Havana para o restabelecimento das relações diplomáticas.

Paris pretendeu desta forma marcar posição na estratégia europeia em relação a Cuba.

A União Europeia (UE) e Cuba retomaram este ano as negociações para o primeiro acordo bilateral entre Havana e os parceiros europeus.

Ainda na sua visita a Havana, Hollande apelou ao fim do embargo norte-americano a Cuba, afirmando então que Paris iria fazer o que fosse possível para garantir que "as medidas que tanto prejudicaram o desenvolvimento de Cuba possam ser finalmente levantadas, revogadas".

Desde a década de 1990 Paris tem votado todos os anos na Assembleia-geral da ONU a favor de uma resolução que pede o levantamento do embargo norte-americano.

O embargo imposto por Washington à ilha caribenha está em vigor desde 1962.

Lusa

  • "Claramente que há mandantes e que foi uma operação organizada"
    4:14

    Crise no Sporting

    Os 23 detidos por suspeitas de terem participado no ataque à Academia de Alcochete ficaram em prisão preventiva. Miguel Sousa Tavares considera que a decisão "é mais para ser exemplar". O comentador da SIC acredita que há mandantes e que esta foi uma "operação organizada". Sousa Tavares diz ainda que os "políticos não têm coragem para impor as leis" e que em Portugal "brinca-se com a lei".

    Miguel Sousa Tavares

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.

  • Jovem britânico em fuga é detido depois de responder à polícia no Facebook

    Mundo

    Através do Facebook, a polícia de West Yorkshire mostrou-se preocupada perante o desaparecimento de um jovem de 21 anos e pediu por informações que pudessem leva-los a descobrir Leon Smith. Contudo, o que não deveriam estar à espera, era que o próprio desaparecido respondesse na rede social e que desafiasse a polícia a "fazer o seu trabalho". As autoridades acabaram por localizar o jovem no mesmo dia.

    SIC