sicnot

Perfil

Mundo

Refugiados e deslocados vão atingir número recorde em 2015

O ano de 2015 deverá saldar-se por um novo recorde de deslocados e refugiados no mundo, depois de em 2014 ter sido fixado em 59,5 milhões de pessoas, segundo um relatório do ACNUR publicado hoje.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Dimitris Michalakis / Reuters

"O ano de 2015 será, sem dúvida, o palco de uma alta sem precedentes em matéria de deslocamentos forçados no mundo", escrevem os especialistas do Alto Comissariado da Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), a propósito dos dados do primeiro semestre, que são a base do relatório publicado hoje.

Segundo os peritos, "como o número de refugiados, de requerentes de asilo e de pessoas deslocadas continuou a crescer em 2015, é provável que seja muito superior" aos 60 milhões de pessoas.

No decurso do primeiro semestre de 2015, foram contabilizadas pelo menos mais cinco milhões de pessoas consideradas deslocadas. Um total de 4,2 milhões estava deslocado no interior do seu país e 839.000 atravessaram a fronteira.

No primeiro semestre, a Europa foi confrontada com uma chegada sem precedentes de migrantes através do mar Mediterrâneo, sendo a maioria oriunda da Síria e de outros países afetados pela guerra.

Mas como um número considerável de migrantes chegou depois de junho, não foram tomados em consideração para este relatório do ACNUR.

O número de refugiados no mundo aumentou 45% desde 2011.

Os países da África subsariana acolhem a maioria dos refugiados (4,1 milhões), seguidos da Ásia e Pacífico (3,8 milhões), Europa (3,5 milhões), Médio Oriente e África do Norte (3 milhões).

Um total de 753 mil refugiados vive no continente americano.

O ACNUR calculou 3,9 milhões de apátridas no primeiro semestre.

Lusa

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31
  • Portugal é o segundo país da Europa com mais emigrantes
    1:39

    País

    São 2,3 milhões os portugueses que vivem no estrangeiro, ou seja, 22% da população. O último relatório do Observatório da Emigração relativo a 2015 mostra que se manteve o mesmo número de saídas de Portugal para o estrangeiro registadas no pico atingido em 2013: acima das 110 mil por ano. O Reino Unido é o principal país de destino.

  • Descoberta produção de canábis em abrigo nuclear 

    Mundo

    A polícia britânica descobriu, no sul de Inglaterra, um antigo abrigo nuclear subterrâneo adaptado à produção de canábis em grande escala. A operação levou à detenção de cinco homens e um adolescente de 15 anos. Foram também apreendidas milhares de plantas de canábis.

  • Carnaval na Almirante Reis
    2:39

    País

    Lisboa também celebra o Carnaval e esta manhã mais de três mil crianças participaram num desfile pela Avenida Almirante Reis, alunas de escolas públicas e privadas de 24 nacionalidades. Na freguesia de Arroios vivem estrangeiros de 79 nacionalidades.