sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 15 mortos no sudeste dos EUA devido a tempestades esta semana

As tempestades que assolaram esta semana o sudeste dos Estados Unidos causaram pelo menos 15 mortos, informaram na sexta-feira as autoridades locais.

© Max Whittaker / Reuters

O número de mortos no Mississípi foi elevado a oito, havendo ainda duas pessoas desaparecidas naquele estado.

No estado do Tennessee registaram-se seis mortos, enquanto no Arkansas foi reportada uma vítima mortal.

Os residentes do Alabama, que declarou o estado de emergência, e o noroeste da Geórgia, preparam-se para fortes chuvas e possíveis inundações, e no Tennessee estão vigentes alertas para o resto do fim de semana, informou o Serviço Meteorológico Nacional.

Um tornado tocou terra perto de Birmingham, Alabama, na tarde de sexta-feira e destruiu várias casas, mas não causou vítimas mortais.

As tempestades afetam desde quarta-feira os Estados Unidos num dos períodos de maior mobilidade de todo o ano. Durante a época natalícia está previsto que 100 milhões de norte-americanos se desloquem, a maioria (91 milhões) por estrada.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.