sicnot

Perfil

Mundo

Polícia austríaca alerta para possíveis ataques terroristas na Europa

A polícia austríaca anunciou ter aumentado as medidas de segurança em Viena, depois de ter recebido um aviso sobre possíveis ataques terroristas em várias capitais europeias nos próximos dias.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Leonhard Foeger / Reuters

Os avisos, feitos pelos serviços secretos de um país amigo da Áustria, contêm nomes concretos de possíveis terroristas, de acordo com um comunicado hoje divulgado pela polícia austríaca.

De acordo com os avisos, é possível que sucedam ataques com explosões e disparos em locais com grandes concentrações de pessoas em várias capitais europeias.

A polícia austríaca assinala no comunicado que a investigação aos nomes de possíveis terroristas ainda não produziu resultados.

"Trata-se de um indício que, devido à sua intensidade, indica que enfrentamos uma situação de perigo mais elevada" do que a vivida até agora, lê-se na nota.

A polícia assegura que os seus agentes foram sensibilizados para as possíveis ameaças.

Lusa

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.