sicnot

Perfil

Mundo

Líder do PSOE afasta eventuais coligações políticas a "qualquer preço"

O líder dos socialistas espanhóis, Pedro Sánchez, garantiu hoje que não vai tentar formar governo "a qualquer preço" e alertou o Podemos que não vai negociar nenhum acordo que ponha em perigo a integridade territorial espanhola.

reuters

Durante um discurso perante o Comité Federal do PSOE, Pedro Sánchez, insistiu que compete ao Partido Popular formar governo mas sublinhou que caso não venha a ser possível a Mariano Rajoy conseguir um executivo, os socialistas têm "legitimidade" para assumirem responsabilidades tentando uma nova maioria "progressistas" e de "esquerda".

Desta forma, Sánchez informou que vai contactar "todas" as forças políticas, de forma "transparente" para que os espanhóis venham a saber o que pode vir a ser eventualmente negociado.

Sobre o Podemos, terceira força política mais votada nas eleições gerais de 20 de dezembro, o líder do PSOE frisou que não vai negociar de qualquer forma referindo-se diretamente ao referendo sobre a independência da Catalunha que, afirmou, pode ser o "princípio de novas ruturas" no país.

O programa político do Podemos admite a realização de um referendo na Catalunha, apesar de o partido liderado por Pablo Iglésias defender a integridade territorial espanhola.

  • As zonas de guerra que o fogo deixou
    3:13

    País

    A chuva finalmente ajudou na luta contra as chamas e o que fica agora é um cenário de devastação no norte e centro do país. Morreram 37 pessoas, arderam centenas de casas e empresas e há críticas severas à falta de meios.

  • Visto do céu, Portugal é um país que se vestiu de negro
    3:28
  • Portugueses usam Facebook para marcar protestos contra incêndios

    País

    Os incêndios que têm acontecido este ano estão a causar revolta entre a população. Por essa razão, estão marcadas, através da rede social Facebook, várias manifestações para os próximos dias um pouco por todo o país. Os portugueses exigem a melhoria do sistema, para que as tragédias deste ano não se voltem a repetir.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06
  • "Quem está no Governo tem sérias responsabilidades"
    1:07

    Opinião

    Pacheco Pereira aponta falhas do Estado, dos bombeiros e da Proteção Civil como causa dos incêndios que assolaram o país no passado domingo. O comentador da SIC considera que o Governo tem responsabilidade perante o que aconteceu.

  • Presidente das Indústrias de Madeira diz que fogos estão a afetar o setor
    0:39

    País

    A Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário desvaloriza que os industriais do setor possam comprar madeira mais barata, em resultado dos incêndios florestais. Em entrevista na SIC Notícias, o presidente da associação, Vítor Poças, considera que os fogos estão a prejudicar gravemente a indústria.