sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades belgas continuam a investigar potenciais ataques na passagem de ano

A polícia belga continua esta quarta-feira a investigar as ameaças de atentados, que podem acontecer durante os festejos de passagem do ano, em Bruxelas.

O país mantém o nível 3 de alerta e continua com segurança reforçada nos locais por onde circulam mais pessoas.

O país mantém o nível 3 de alerta e continua com segurança reforçada nos locais por onde circulam mais pessoas.

© Francois Lenoir / Reuters

As autoridades e a Câmara de Bruxelas devem decidir ainda hoje se mantêm as celebrações de fim de ano ou se, por prevenção, terão de cancelá-las.

O país mantém o nível 3 de alerta e continua com segurança reforçada nos locais por onde circulam mais pessoas.

Ontem, a polícia deteve duas pessoas suspeitas de estarem a preparar ataques terroristas. Durante a operação, não encontrou armas nem explosivos, mas apreendeu material informático e propaganda do Daesh.

As autoridades belgas já revelaram que os ataques que estavam a ser preparados eram semelhantes aos atentados de 13 de novembro, em Paris.

  • A derrota que envergonhou a Argentina e apurou a Croácia

    Mundial 2018 / Argentina

    A Croácia garantiu esta quinta-feira a passagem aos oitavos de final do Mundial 2018. A seleção croata bateu a Argentina por 3-0 e deixou os sul-americanos com as contas do apuramento muito complicadas. Veja aqui os golos e os principais lances do encontro.

  • A "saída limpa" da Grécia ao fim de oito anos de resgates
    0:54
  • Lisboa vence prémio Capital Europeia Verde de 2020

    País

    A cidade de Lisboa venceu o prémio de Capital Europeia Verde de 2020, anunciou o comissário da União Europeia para o Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, Karmenu Vella, numa cerimónia que decorreu em Nijmegen, na Holanda.

  • Trump culpa democratas pela separação de pais e filhos
    0:22
  • Melania quer famílias reunidas "o mais rápido possível"
    0:35

    Mundo

    A primeira dama dos Estados Unidos fez uma visita surpresa a um centro de detenção de crianças, na fronteira com o México. As imagens mostram a mulher de Donald Trump reunida com responsáveis, não se sabendo para já se Melania teve ou não contacto direto com algumas das crianças detidas.