sicnot

Perfil

Mundo

El Niño "pode ser tão mau" em 2016 quanto em 1998

Em 2016, milhões de pessoas serão ameçadas pela fome e pela seca, devido ao El Niño. É o que estimam especialistas, segundo os quais o fenómeno de 2016 poderá ser "tão mau quanto o de 1998".

© Romeo Ranoco / Reuters

O fenómeno deverá colocar algumas regiões em seca severa e outras com inundações frequentes, nos próximos meses. Algumas das zonas que sofrerão mais com o impacto do El Ninõ serão África, as Caraíbas e a América Central e do Sul.

"Em muitos países tropicais, assistimos a grandes reduções da pluviosidade, na ordem dos 20-30%. A Indonésia sofreu uma forte seca, as monções na Índia estiveram 15% abaixo do normal e as previsões para o Brasil e a Austrália são de monções reduzidas", explica Nick Klingman, da Universidade de Reading.

A NASA alerta, por outro lado, para os efeitos deste fenómeno, que podem ser "tão maus" em 2016 quanto foram em 1998.

Com a continuação das secas e das inundações, a escala de potenciais impactos está a preocupar as agências humanitárias. Cerca de 31 milhões de pessoas enfrentam atualmente falta de alimentos em África - um aumento significativo no último ano.

Cerca de um terço destas pessoas vivem na Etiópia, onde 10 milhões de pessoas deverão necessitar de ajuda humanitária em 2016.

O El Niño é um episódio natural que acontece a cada dois a sete anos e que aquece as águas do Pacífico central até à América do Norte e do Sul.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.