sicnot

Perfil

Mundo

Um morto e quase 200 feridos em celebrações antecipadas do Ano Novo nas Filipinas

Uma pessoa morreu e quase 200 outras ficaram feridas na sequência de balas perdidas e da explosão de fogo-de-artifício nas Filipinas no arranque das caóticas celebrações da época do Ano Novo, informaram esta quinta-feira as autoridades.

(Arquivo)

(Arquivo)

MARK R. CRISTINO / Lusa

As autoridades filipinas indicaram que 185 pessoas receberam assistência médica por incidentes relacionados com explosões ou disparos, sendo que uma foi baleada mortalmente, desde 21 de dezembro, altura em que o país, predominantemente católico, inicia duas semanas de férias e folia.

A polícia indicou que cinco civis, um soldado e uma agente foram detidos por dispararem ilegalmente armas de fogo.

Os incidentes relacionados com o Ano Novo diminuíram em 2014, altura em que 351 pessoas foram feridas por fogo-de-artifício e três atingidas por balas perdidas, o número mais baixo em cinco anos.

Contudo, o número de pessoas que teve de fazer amputações subiu de oito para 14, incluindo um menino de cinco anos que perdeu a mão.

Nas celebrações de 2013, pelo menos duas pessoas morreram e 793 ficaram feridas.

Lusa

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.