sicnot

Perfil

Mundo

Ataque contra base aérea indiana faz onze mortos

O número de mortos do ataque de sábado contra uma base da força aérea indiana na província de Punjab aumentou para 11, depois de mais uma morte de um guarda da segurança nacional.

© Mukesh Gupta / Reuters

O ataque contra a base aérea indiana próximo da fronteira paquistanesa, no norte do país, provocou 11 mortos, sete militares e os quatro atacantes, presumíveis combatentes islamitas.

O balanço anterior, feito no sábado, dava conta de sete vítimas mortais: os quatro atacantes e três militares.

O diretor-geral dos serviços de informação da polícia, Anil Kumar Sharma, disse à agência de notícias EFE que a operação das forças de segurança prossegue "no interior" da base, mais de 30 horas depois de ter começado.

Adiantou ainda que o Exército está presente no local e que a polícia se encontra a coordenar as ações no exterior e nas zonas circundantes.

O ministro do Interior da Índia, Rajnath Singh, confirmou hoje na sua conta oficial no Twitter que um tenente coronel da Guarda de Segurança Nacional -- um contingente antiterrorista -- acabou por morrer durante as operações.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.