sicnot

Perfil

Mundo

Assassinado autarca do Partido Socialista Unido da Venezuela

Dois homens armados assassinaram esta quarta-feira a tiro um autarca do Partido Socialista Unido da Venezuela, partido do Governo, no Estado venezuelano de Zúlia, 700 quilómetros a oeste de Caracas).

(Arquivo)

(Arquivo)

© Tomas Bravo / Reuters

Segundo as rádios locais, Alfredis Escandela Sandrea, de 60 anos, exercia funções na Câmara Municipal de Miranda e circulava numa carrinha, propriedade da autarquia, quando foi intercetado por desconhecidos.

Testemunhas da ocorrência disseram que o assassinato ocorreu pelas 16:00 horas locais (21:30 horas em Lisboa) e que o autarca foi intercetado por dois motociclistas armados, que lhe dispararam 20 tiros na cabeça e no rosto.

Fontes policiais relataram que a vítima foi encarregada de despedir, recentemente, vários empregados daquela câmara municipal, após as eleições parlamentares de 6 de dezembro de 2015.

A polícia investiga alegados vínculos entre um dos despedidos e o chefe de um grupo suspeito de dedicar-se à extorsão e ao "sicariato" (morte por encomenda) de cidadãos.

Lusa

  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.