sicnot

Perfil

Mundo

Assassinado autarca do Partido Socialista Unido da Venezuela

Dois homens armados assassinaram esta quarta-feira a tiro um autarca do Partido Socialista Unido da Venezuela, partido do Governo, no Estado venezuelano de Zúlia, 700 quilómetros a oeste de Caracas).

(Arquivo)

(Arquivo)

© Tomas Bravo / Reuters

Segundo as rádios locais, Alfredis Escandela Sandrea, de 60 anos, exercia funções na Câmara Municipal de Miranda e circulava numa carrinha, propriedade da autarquia, quando foi intercetado por desconhecidos.

Testemunhas da ocorrência disseram que o assassinato ocorreu pelas 16:00 horas locais (21:30 horas em Lisboa) e que o autarca foi intercetado por dois motociclistas armados, que lhe dispararam 20 tiros na cabeça e no rosto.

Fontes policiais relataram que a vítima foi encarregada de despedir, recentemente, vários empregados daquela câmara municipal, após as eleições parlamentares de 6 de dezembro de 2015.

A polícia investiga alegados vínculos entre um dos despedidos e o chefe de um grupo suspeito de dedicar-se à extorsão e ao "sicariato" (morte por encomenda) de cidadãos.

Lusa

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • Governo formaliza pedido para pagamento antecipado ao FMI
    0:34

    Economia

    Mário Centeno formalizou esta terça-feira o pedido aos ministros europeus das Finanças para que autorizem o pagamento antecipado de dez mil milhões de euros ao FMI. Em entrevista à Bloomberg, o ministro descartou ainda qualquer renegociação da dívida portuguesa após a saída do Procedimento por Défice Excessivo (PDE). No final da reunião do ECOFIN, foi o Secretário de Estado Mourinho Félix quem falou aos jornalistas portugueses.

  • Governo garante que não autoriza despedimentos na PT
    2:27

    Economia

    O primeiro-ministro garantiu esta terça-feira no debate quinzenal, que não dará luz verde a eventuais despedimentos na PT. António Costa disse ainda que o país tem pouca margem orçamental, apesar da saída do Procedimento por Défice Excessivo.

  • Donald Trump já está no Vaticano 
    1:32