sicnot

Perfil

Mundo

Nudez leva Facebook a censurar estátua da Pequena Sereia em Copenhaga

A rede social Facebook suprimiu a fotografia da bem conhecida estátua da Pequena Sereia, um dos ícones da capital da Dinamarca, devido à nudez, noticia hoje o jornal francês Le Figaro.

Estátua da Pequena Sereia em Copenhaga, Dinamarca

Estátua da Pequena Sereia em Copenhaga, Dinamarca

KHAN TARIQ MIKKEL

Após ter censurado o famoso quadro de Gustave Courbet, intitulado "A Origem do Mundo ("L'origine du monde"), o Facebook virou-se agora para a estátua situada num pequeno rochedo no porto de Copenhaga.

A rede social bloqueou a fotografia da estátua de bronze, que representa a personagem do conto de Hans Christian Andersen por conter "uma conotação sexual".

Instada pelo jornal francês, a política dinamarquesa Mette Gjerskov considerou "estúpida" a decisão do Facebook, que a impede, por exemplo, de partilhar no seu blogue uma fotografia que constitui um dos símbolos do reino da Dinamarca.

"Não posso fazer publicidade (da estátua) no meu blogue por causa de uma restrição estúpida. Nunca pensei que um dos nosso tesouros nacionais pudesse ser classificado no mesmo nível que a pornografia infantil ou outro género de abominação", criticou.

Segundo o jornal britânico Daily Telegraph, a rede social criada por Mark Zuckerberg já respondeu às críticas, indicando que, afinal, não se trata de um problema de nudez mas sim de direitos de autor.

Para o Facebook, não pode nem deve ser publicada nenhuma foto da estátua sem que se pague direitos de autor aos herdeiros do artista que a criou, Edvard Eriksen.

No entanto, o Facebook não comentou o facto de a estátua ser monumento público.

Em 2015, o Facebook apresentou os novos critérios sobre o que não pode ser "postado" na rede social para "evitar confusões".

Na ocasião, a rede social declarou que restringia a nudez uma vez que "alguns públicos da comunidade global" podem ser "sensíveis a este tipo de conteúdos", reafirmando que fotografias de seios femininos irão continuar interditas.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.