sicnot

Perfil

Mundo

Agressor de polícia de Filadélfia jurou fidelidade ao Daesh

O homem que tentou matar um agente numa viatura policial em Filadélfia, no leste dos Estados Unidos, tinha jurado fidelidade ao grupo extremista Daesh, anunciou hoje a polícia.

© Handout . / Reuters

O suspeito de 30 anos explicou "ter jurado fidelidade" ao Daesh e indicou ter atuado "em nome do Islão", disse a polícia em conferência de imprensa, acrescentando que o atacante disparou "pelo menos 11 vezes à queima-roupa". O polícia ficou gravemente ferido.

O ataque ocorreu pouco antes das 00:00 locais (05:00 em Lisboa). O suspeito, a pé, visou o veículo onde se encontrava Jesse Hartnett, de 33 anos, aproximando-se progressivamente do automóvel, ao mesmo tempo que disparava.

"Este homem tentou executar o agente", declarou o chefe da polícia de Filadélfia Richard Ross, numa conferência de imprensa esta madrugada.

"O polícia não sabia que ele se aproximava. É incrível que tenha sobrevivido", acrescentou. Ross afirmou que Jesse Hartnett ficou com o braço esquerdo partido, atingido por três balas.

A polícia mostrou imagens vídeo do ataque, ocorrido num cruzamento de Filadélfia. Nestas imagens é possível ver o suspeito a disparar enquanto se aproxima do veículo policial.

Aparentemente, o agente conseguiu sair do veículo e ripostou, ferindo o agressor. A arma usada no ataque foi roubada à polícia em 2013, de acordo com Ross.

Lusa

  • Rui Santos revela novos e-mails que envolvem o Benfica
    1:52

    Desporto

    No programa da SIC Notícias Tempo Extra, Rui Santos revelou esta terça-feira que um blogue associado ao Benfica partilhou informação privilegiada da APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol) com várias figuras do clube da Luz.

  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14