sicnot

Perfil

Mundo

Bombardeiro dos EUA sobrevoa Coreia do Sul, numa demonstração de força

Um bombardeiro norte-americano sobrevoou hoje a Coreia do Sul, numa demonstração de força do exército dos Estados, aliados de Seul, após o teste nuclear de Pyongyang.

Bombardeiro B52

Bombardeiro B52

© Muhammad Hamed / Reuters

O bombardeiro B52 Stratofortress, que pode transportar armas nucleares, e com um raio de longo alcance, sobrevoou a base aérea militar de Osan, a cerca de 70 quilómetros a sul da fronteira entre as duas Coreias, antes de regressar à sua base, indicou o exército norte-americano e uma testemunha.

O B-52, que foi destacado da base norte-americana de Andersen, na ilha de Guam, é frequentemente utilizado nos exercícios militares anuais conjuntos dos Estados Unidos e da Coreia do Sul.

Contudo, os seus envios para alguma zona raramente são tornados públicos.

A última vez que tal sucedeu foi em 2013, após o terceiro ensaio nuclear norte-coreano. Na altura, o exército norte-americano destacou um B52 e ainda um bombardeiro furtivo B2.

Num comunicado conjunto das forças armadas dos Estados Unidos e da Coreia do Sul indica-se que o bombardeiro destacado sobrevoou Osan escoltado por dois caças sul-coreanos F-15 e dois caças norte-americanos F-16.

Lusa

  • Corrida à Agência Europeia Medicamento "não é fácil", admite Costa
    0:50

    Brexit

    António Costa confirmou a apresentação da candidatura para a transferência da agência europeia do medicamento de Londres para Portugal. À margem da cimeira extraordinário sobre o Brexit, o primeiro-ministro salientou a importância da instalação do instituto no país para reforçar a competitividade no setor