sicnot

Perfil

Mundo

Ministro alemão da Justiça acredita que ataques em Colónia estavam planeados

O ministro alemão da Justiça, Heiko Maas, insistiu hoje que, na sua opinião, as agressões sexuais registadas na véspera de Ano Novo em Colónia foram planeadas e pediu às forças de segurança para investigar possíveis conexões entre as pessoas envolvidas.

© Wolfgang Rattay / Reuters

"Quando uma multidão se reúne para cometer crimes, parece ter de ter sido planeado de alguma forma. Não me podem dizer que não foi coordenada ou preparada", frisou numa entrevista ao semanário "Bild am Soontag", citado pela agência EFE.

Os últimos dados da polícia de Colónia indicam terem havido 379 denúncias de alegados crimes na estação de comboios de Colónia durante a noite de 31 de dezembro, 40% das quais motivadas por agressões sexuais, sendo a maioria dos alegados responsáveis oriunda de países do norte de África.

A polícia, segundo o jornal, está a investigar as mensagens enviadas através das redes sociais nos dias que antecederam o ano novo e ainda a presença de pessoas vindas da área circundante e também de países vizinhos, como Bélgica, Holanda e França.

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32