sicnot

Perfil

Mundo

PM do Canadá condena ataque contra refugiados em Vancouver

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, condenou, este sábado, o ataque de que foram alvo três dezenas de refugiados sírios, atingidos com gás pimenta, durante uma receção de boas-vindas realizada em Vancouver.

Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá

Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá

© Chris Wattie / Reuters


O grupo de recém-chegados sírios, que incluía crianças, foi pulverizado com gás pimenta na sexta-feira por um ciclista, não identificado, quando se reunia ao ar livre para participar no evento de boas-vindas no Centro da Associação Muçulmana do Canadá, indicou a polícia de Vancouver, no oeste do país.

"Isto não é quem nós somos -- e não reflete o caloroso acolhimento que os canadianos ofereceram", escreveu o primeiro-ministro na rede social Twitter, condenando o ataque.

"Apesar de se desconhecer, de momento, o motivo para o ataque com gás pimenta, os investigadores estão a tratar o caso como um crime motivado pelo ódio, até que se determine outro", indicou o Departamento da Polícia de Vancouver, em comunicado.

Não foram efetuadas quaisquer detenções, estando a polícia à procura do suspeito.

"Este é um ato de covardia condenado por todos os canadianos com consciência", afirmou o presidente do Conselho Nacional de Canadianos Muçulmanos, Kashif Ahmed, também em comunicado.

O governo do Canadá afirmou ter acolhido mais de 6.000 refugiados sírios até ao final de 2015, mas falhou em cumprir a sua promessa de receber 10.000, uma meta que garantiu que irá alcançar este mês.

O Canadá recebe uma média de 250 mil refugiados de todo o mundo anualmente.

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.