sicnot

Perfil

Mundo

Ministro do Interior alemão defende leis mais duras perante agressões em Colónia

O ministro do Interior alemão defendeu hoje o endurecimento da legislação após as múltiplas agressões sexuais e roubos ocorridos na noite de Ano Novo em Colónia e noutras cidades alemãs, presumivelmente por cidadãos norte-africanos e árabes.

reuters

"Nesta questão não nos podemos permitir longas discussões", disse Thomas de Maizière em Colónia, num discurso no dia anual da Federação Alemã de Funcionários Públicos (DBB).

Thomas de Maizière sublinhou a necessidade de identificar os agressores para os castigar e aplicar "de modo consequente" a lei alemã e a lei sobre estrangeiros, mas também de endurecer a legislação, para o que disse estar em contacto com o ministro da Justiça, Heiko Maas.

Advertiu contra a ocultação da verdade, que considerou ser também importante para os refugiados, no sentido de se distinguir claramente entre os que são delinquentes e os que não são.

A polícia de Colónia atualizou no domingo para 516 as queixas de violência ocorridas durante as festividades de Ano Novo, com 40 por cento das vítimas a relatarem casos de agressão sexual.

Hoje o governo alemão informou que a quase totalidade dos suspeitos da violência naquela noite em Colónia era de origem estrangeira, sobretudo requerentes de asilo chegados recentemente ao país.

Aparentemente tratou-se de uma vaga de ataques coordenados numa grande multidão que se juntou perto da principal estação de comboios da cidade para celebrar a chegada do novo ano, a 31 de dezembro.

  • "Há uma grande diferença em relação à anterior liderança do PSD"
    14:29

    País

    O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, esteve esta quarta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. As novas relações com o PSD e a reprogramação do Portugal 2020 foram alguns dos temas de conversa. Pedro Marques defende que existe "uma grande diferença" entre as lideranças de Passos Coelho e Rui Rio no PSD.

    Entrevista SIC Notícias

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.