sicnot

Perfil

Mundo

Fenómeno El Niño atingiu "pico" entre novembro e dezembro

O fenómeno El Niño, que pode provocar severas alterações meteorológicas, inundações ou secas, alcançou o seu "pico" entre novembro e dezembro de 2015, segundo informou hoje a Agência Meteorológica do Japão (JMA).

O fenómeno conhecido como El Niño, provocou elevadas temperaturas na Ásia e no leste de África, bem como fortes chuvas e inundações em vários países da América.

O fenómeno conhecido como El Niño, provocou elevadas temperaturas na Ásia e no leste de África, bem como fortes chuvas e inundações em vários países da América.

© Jorge Adorno / Reuters (Arquivo)

Segundo as previsões do organismo, existe uma forte probabilidade de a meteorologia voltar aos níveis normais a partir do próximo verão setentrional.

Recentemente, a agência espacial norte-americana NASA publicou imagens de satélite que mostram semelhanças entre o atual fenómeno do El Niño e um episódio ocorrido em 1997 e 1998 que também esteve na origem de catástrofes naturais.

O fenómeno conhecido como El Niño, que consiste no aumento da temperatura na superfície do Oceano Pacífico, provocou elevadas temperaturas na Ásia e no leste de África, bem como fortes chuvas e inundações em vários países da América.

Por seu lado, a Agência Meteorológica da Austrália divulgou na semana passada que o El Niño no curso de 2015-16 será um dos três mais fortes dos últimos 50 anos pelas altas temperaturas registadas - mais três graus do que o habitual.

Lusa

  • Cheias na América do Sul já obrigaram mais de 140 mil pessoas a abandonar as casas
    0:36

    Mundo

    As cheias na América do Sul já obrigaram mais de 140 mil pessoas a abandonar as casas. O Paraguai, a Argentina, o Uruguai e o Brasil estão a ser atingidos por tempestades que já inundaram milhares de quilómetros quadrados de campos e cidades e fizeram com que os rios transbordassem e ultrapassassem, em muito, as margens. O governo do Paraguai, o país mais atingido, já declarou o estado de emergência em sete regiões e diz que, para já, é impossível contabilizar os mortos e os danos materiais que o mau tempoe está a causar. Os meteorologistas dizem que a culpa é do El Niño, que está a ser o mais extremo dos últimos 15 anos.

  • PS e BE não propõem alívio da dívida à UE
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à União europeia e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta dos partidos para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido qualquer perdão de dívida, ao contrário do que os partidos mais à esquerda chegaram a defender.

  • Antigos ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo MP
    1:54

    Operação Marquês

    Quatro antigos ministros de Governos de José Sócrates foram ouvidos recentemente pelo Ministério Público (MP), no âmbito da Operação Marquês. Mário Lino, António Mendonça, Teixeira dos Santos e Luís Campos e Cunha foram ouvidos como testemunhas. Os investigadores chamaram os antigos governantes para esclarecer decisões relacionadas com a PT.

    Notícia SIC

  • Suspeito de atropelamento mortal diz que foi mero acidente 
    2:00
  • Confrontos na primeira greve geral no Brasil em 21 anos
    1:34
  • "Está na altura de pressionarmos a Coreia do Norte"
    0:45

    Mundo

    O secretário de estado norte-americano, Rex Tillerson, afirmou esta sexta-feira na ONU que a ameaça da Coreia do Norte é real e pediu que o conselho de segurança da ONU tome medidas antes que seja o regime de pyongyang a fazê-lo.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre após a cirurgia

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.