sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 10 mortos numa explosão em Istambul

Pelo menos dez pessoas morreram e 15 ficaram hoje feridas após uma explosão na praça de Sultanahmet, no centro histórico de Istambul perto da basílica Sainte-Sophie e da Mesquita azul, avança a imprensa turca. As causas da explosão estão a ser investigadas, mas as autoridades suspeitam de origem terrorista.

reuters

Reuters

Reuters

"Suspeitamos de uma origem terrorista", declarou um responsável do governo turco à agencia de notícias francesa AFP, sob anonimato, confirmando os inúmeros relatos de testemunhas que se encontravam no local.

Segundo o gabinete do Governador, está a ser investigado o tipo de explosivo que terá estado na origem do incidente. Ambulâncias e a polícia chegaram rapidamente ao local onde se deu a explosão, segundo as imagens que os canais de televisão turcos estão já a transmitir.

Segundo a CNN-Turquia, entre os feridos estão turistas alemães e noruegueses.

Ainda não sendo conhecida a causa da explosão, um testemunho avançado pela emissora turca nacional assegura que "parecia tratar-se de um atentado suicida, muito próximo do obelisco egípcio na Esplanada da Mesquita".

A detonação, violenta, foi ouvida e sentida pelas 10:18 locais (menos duas em Lisboa) na praça Taksim, a vários quilómetros de distância de Sultanahemet, confirmou à agência de notícias francesa AFP uma testemunha que se encontrava naquele local.

Várias ambulâncias e a polícia chegaram rapidamente ao local onde se deu a explosão, segundo as imagens que os canais de televisão turcos estão já a transmitir.

A zona foi isolada pela polícia, tendo o trânsito nas ruas adjacentes sido cortado como medida de precaução, acrescenta a cadeia televisiva CNN-Turquia. A estação avança ainda que foi proibida a cobertura jornalística na área.

A Turquia vive há vários meses em estado de alerta depois do duplo atentado suicida que fez 103 mortos, em outubro passado, à frente da estação de comboios central de Ancara.

O duplo atentado aconteceu cerca de três semanas antes das eleições legislativas antecipadas turcas (agendadas para 01 de novembro), tendo o Governo decidido decretar três dias de luto nacional.

  • Morreu o companheiro de Nelson Mandela

    Mundo

    Ahmed Kathrada, activista e ícone sul-africano que lutou ao lado de Mandela contra o "apartheid" morreu hoje aos 87 anos, informou a fundação de caridade Kathrada.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23
  • Vidas Suspensas: Delfim 353
    29:30
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.