sicnot

Perfil

Mundo

Avalancha nos Alpes atinge 11 pessoas, dois mortos confirmados

Uma avalanche nos Alpes franceses que atingiu um grupo de alunos e o respetivo professor fez esta quarta-feira pelo menos dois mortos, três feridos graves e cinco desaparecidos, segundo um balanço provisório das autoridades locais.

Arquivo

Arquivo

As duas vítimas mortais são um adolescente de 14 anos e um cidadão ucraniano que não pertencia ao grupo mas que foi também apanhado pela avalanche.

Inicialmente, as autoridades indicaram que um grupo de dez estudantes do colégio de ensino secundário Saint-Exupéry de Lyon, no sudeste do país, e o respetivo professor tinham sido atingidos por uma avalanche, hoje ao fim da tarde, na estância de Deux-Alpes, em Isère, mas as equipas de busca e salvamento procuravam também outras eventuais vítimas.

Quando foram encontrados, quatro dos alunos estavam em paragem cardiorrespiratória e o professor estava inconsciente, precisou a polícia, confirmando informações da imprensa local. Os feridos em paragem cardiorrespiratória foram de imediato transportados para o hospital de Grenoble.

Cinco elementos do grupo escolar são ainda procurados e não se sabe por enquanto se ficaram soterrados ou não, referiu a mesma fonte.

Um dos alunos escapou ileso, segundo a polícia que mobilizou para as buscas no local 30 socorristas do pelotão de polícia de montanha, cães e três helicópteros, um dos quais equipado com uma câmara térmica.

Há vários dias que as condições para esqui e caminhadas estavam difíceis, devido a fortes nevões.

As câmaras de Isère, Sabóia e Alta-Sabóia tinham recomendado aos esquiadores que evitassem andar fora das pistas.

Em Deux-Alpes, o risco de avalanche era de nível três numa escala de cinco.

A pista em que o grupo se encontrava estava classificada como negra, ou seja, com um grau de dificuldade elevado, reservado a esquiadores experimentados, e estava fechada ao público.

Desde o início deste ano, tinham já morrido quatro pessoas em avalanches nos Alpes Franceses: dois alpinistas lituanos, a 03 de janeiro, em Alta-Sabóia, e um esquiador espanhol e outro checo, a 5 de janeiro, em Sabóia.

Com Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.