sicnot

Perfil

Mundo

Avalancha nos Alpes atinge 11 pessoas, dois mortos confirmados

Uma avalanche nos Alpes franceses que atingiu um grupo de alunos e o respetivo professor fez esta quarta-feira pelo menos dois mortos, três feridos graves e cinco desaparecidos, segundo um balanço provisório das autoridades locais.

Arquivo

Arquivo

As duas vítimas mortais são um adolescente de 14 anos e um cidadão ucraniano que não pertencia ao grupo mas que foi também apanhado pela avalanche.

Inicialmente, as autoridades indicaram que um grupo de dez estudantes do colégio de ensino secundário Saint-Exupéry de Lyon, no sudeste do país, e o respetivo professor tinham sido atingidos por uma avalanche, hoje ao fim da tarde, na estância de Deux-Alpes, em Isère, mas as equipas de busca e salvamento procuravam também outras eventuais vítimas.

Quando foram encontrados, quatro dos alunos estavam em paragem cardiorrespiratória e o professor estava inconsciente, precisou a polícia, confirmando informações da imprensa local. Os feridos em paragem cardiorrespiratória foram de imediato transportados para o hospital de Grenoble.

Cinco elementos do grupo escolar são ainda procurados e não se sabe por enquanto se ficaram soterrados ou não, referiu a mesma fonte.

Um dos alunos escapou ileso, segundo a polícia que mobilizou para as buscas no local 30 socorristas do pelotão de polícia de montanha, cães e três helicópteros, um dos quais equipado com uma câmara térmica.

Há vários dias que as condições para esqui e caminhadas estavam difíceis, devido a fortes nevões.

As câmaras de Isère, Sabóia e Alta-Sabóia tinham recomendado aos esquiadores que evitassem andar fora das pistas.

Em Deux-Alpes, o risco de avalanche era de nível três numa escala de cinco.

A pista em que o grupo se encontrava estava classificada como negra, ou seja, com um grau de dificuldade elevado, reservado a esquiadores experimentados, e estava fechada ao público.

Desde o início deste ano, tinham já morrido quatro pessoas em avalanches nos Alpes Franceses: dois alpinistas lituanos, a 03 de janeiro, em Alta-Sabóia, e um esquiador espanhol e outro checo, a 5 de janeiro, em Sabóia.

Com Lusa

  • O resgate dos passageiros do naufrágio em Cascais
    1:48
  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01
  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC

  • Presidente do Uganda quer proibir sexo oral

    Mundo

    O Presidente do Uganda emitiu um aviso público durante um conferência de imprensa anunciando que vai banir a prática de sexo oral no país. Yoweri Museveni justifica o ato, explicando que "a boca serve para comer".

    SIC