sicnot

Perfil

Mundo

Cadeia televisiva Al-Jazeera America deixa de emitir a partir de 30 de abril

A Al-Jazeera América, a televisão por cabo lançada nos Estados Unidos em 2013 pela empresa mediática global com sede no Qatar, vai encerrar em 30 de abril, anunciou esta quarta-feira o grupo.

A cadeia televisiva começou a emitir em agosto de 2013, mas nunca conseguiu encontrar o seu público, apesar de importantes investimentos iniciais. A sua audiência nunca ultrapassou algumas dezenas de milhares de telespectadores nos Estados Unidos. (Arquivo)

A cadeia televisiva começou a emitir em agosto de 2013, mas nunca conseguiu encontrar o seu público, apesar de importantes investimentos iniciais. A sua audiência nunca ultrapassou algumas dezenas de milhares de telespectadores nos Estados Unidos. (Arquivo)

© Brendan McDermid / Reuters

Ao anunciar a decisão em comunicado, o diretor-geral, Al Anstey, evocou ainda a "paisagem económica" para explicar a medida.

"Esta decisão é motivada pelo facto de o nosso modelo económico já não ser viável à luz dos desafios económicos que conhece o mercado americano dos media", referiu por seu turno o diretor-geral do grupo, Mostefa Soouag.

Numa informação interna, Souag assinala ainda que o encerramento da sucursal da estação nos EUA, será acompanhado por uma expansão dos serviços digitais da Al-Jazeera "para alargar a nossa presença de multiplataformas nos Estados Unidos".

A cadeia televisiva começou a emitir em agosto de 2013, mas nunca conseguiu encontrar o seu público, apesar de importantes investimentos iniciais. A sua audiência nunca ultrapassou algumas dezenas de milhares de telespectadores nos Estados Unidos.

A Al-Jazeera garantiu o seu canal de cabo nos EUA através da Current TV, um grupo que incluía o antigo vice-presidente democrata Al Gore, e que abrangia 40 milhões de casas.

O novo canal contratou jornalistas de topo vindos da CNN, BBC e outras redes, e começou com 14 horas de programas noticiosas. A sua sede situa-se em Manhattan, Nova Iorque, e possuiu cerca de 12 delegações nos Estados Unidos.

No início recebeu cerca de 21.000 candidaturas, para 400 postos de trabalho.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.