sicnot

Perfil

Mundo

Irão anuncia libertação de navios e tripulantes norte-americanos

Os dez marinheiros norte-americanos, detidos na terça-feira depois de terem entrado em águas territoriais iranianas, "foram libertados", anunciaram hoje os Guardas da Revolução em comunicado lido na televisão estatal.

reuters

"Na sequência de uma investigação, concluiu-se que a entrada em águas territoriais do país não tinha sido intencional. Após terem apresentado desculpas, foram libertados em águas internacionais", indicaram.

De acordo com o texto, "os Estados Unidos comprometeram-se a não repetir este tipo de erros".

A televisão estatal iraniana mostrou, logo após a leitura do comunicado, as primeiras imagens dos marinheiros detidos, sentados numa sala com tapetes persas. A estação transmitiu também fotografias dos dois navios.

Os dois navios de guerra e os dez marinheiros, nove homens e uma mulher, foram intercetados na terça-feira, quando entraram em águas territoriais iranianas, de acordo com Teerão. Foram levados para a ilha Farsi, na parte norte do Golfo Pérsico, onde está uma das bases dos Guardas da Revolução.

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, telefonou ao homólogo iraniano, Mohammad Javad Zarif, para pedir a libertação dos navios e tripulantes.

Este incidente ocorre alguns dias antes da aplicação final do acordo nuclear entre o Irão e o grupo dos 5+1 [cinco países membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU - Estados Unidos, França, Reino Unido, China e Rússia - e a Alemanha].

O acordo vai permitir suspender as sanções que a comunidade internacional decidiu aplicar na sequência do desenvolvimento do programa nuclear iraniano

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.