sicnot

Perfil

Mundo

Agência Internacional diz que Irão cumpriu todos os passos para inciar acordo nuclear

A Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) confirmou hoje que o Irão cumpriu as exigências para pôr em marcha o histórico acordo nuclear assinado em julho passado em Viena e para levantar as sanções internacionais ao país.

Reuters

O tratado nuclear multilateral de Viena prevê limitar vários aspetos do programa nuclear iraniano durante períodos de entre 10 e 25 anos, a troca de levantar as sanções internacionais.

"Assinei hoje um relatório confirmando que o Irão completou todos os passos preparatórios necessários para implementar o Plano Conjunto de Ação [acordo nuclear multilateral]. O despacho foi enviado aos governadores da AIEA e ao Conselho de Segurança das Nações Unidas", disse o diretor-geral da AIEA, Yukuiya Amano, em comunicado.

O despacho da agência nuclear da ONU "foi emitido depois de os inspetores da agência terem verificado no terreno que o Irão levou a cabo todas as medidas requeridas para tornar possíveis o dia da implementação do acordo" destacou.

"As relações entre o Irão e a AIEA entram numa nova fase. É um dia importante para a comunidade internacional. Felicito todos os que ajudaram a tornar este dia realidade", assinalou Yukuiya Amano.

Assim, o Irão vai começar a aplicar provisoriamente um protocolo adicional, para que os inspetores da agência nuclear da ONU possam realizar visitas e inspeções sem aviso prévio do país.

"Isto aumenta as capacidades da agência para supervisionar as atividades nucleares do Irão e verificar que são pacíficas", concluiu Amano.

Hoje de manhã, o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, Mohammad Javad Zarif, disse que as sanções relacionadas com a questão nuclear no seu país poderiam ser levantadas durante o dia de hoje.

"Também é um bom dia para a região", disse Zarif aos jornalistas ao chegar à capital da Áustria, de acordo com a agência de notícias Irna.

Mohammad Javad Zarif encontrava-se em Viena para participar numa cerimónia para o anúncio da implementação do acordo nuclear assinado em julho de 2015 entre Teerão e as grandes potências ocidentais, destinado a finalizar mais de treze anos de litígio.

Esse texto deve garantir que o Irão não pode possuir bombas atómicas, em troca de um levantamento progressivo e controlado das sanções internacionais que foram adotadas a partir de 2006.

Hoje, os Estados Unidos e o Irão concretizaram uma troca de prisioneiros sem precedentes, com Teerão a libertar quatro americano-iranianos e Washington a conceder clemência a sete iranianos, seis com dupla nacionalidade.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.