sicnot

Perfil

Mundo

Professor ferido em avalanche nos Alpes acusado de homicídio involuntário

O professor que levou um grupo de estudantes aos Alpes franceses, onde uma avalanche matou dois dos jovens e um turista, foi acusado de homicídio involuntário e admitiu responsabilidade, disse hoje o seu advogado.

Arquivo

Arquivo

O professor francês de 47 anos, que ficou gravemente ferido no acidente, foi acusado à beira da cama no hospital onde está a recuperar, na cidade de Grenoble, na presença de um procurador do Ministério Público, do juiz de instrução e do oficial de justiça do caso.

"Ele reconhece a sua responsabilidade, não está em negação. Ele não percebeu o perigo, porque muita gente usou a pista de esqui nos dois dias anteriores", disse o advogado do professor, Benedicte Tarayre, à agência de notícias France-Presse (AFP), acrescentando que o seu cliente ficou "chocado e revoltado" com o acidente.

Dois estudantes, uma rapariga de 16 anos e um rapaz de 14, de uma escola de Lyon, morreram numa avalanche na quarta-feira, que também provocou a morte a um homem de 56 anos, de nacionalidade ucraniana.

De acordo com os procuradores do Ministério Público, a pista de esqui estava fechada com rede e avisos em quatro línguas, mas o grupo trepou a rede "completamente ciente" da sua decisão.

A pista 'Bellecombes' na estação de esqui 'Les Deux Alpes' (Os Dois Alpes), no departamento francês do maciço alpino, está a uma altitude de cerca de 2.500 metros e é considerada uma 'pista preta', a mais difícil numa escala de quatro.

A pista tem estado fechada desde o início da época devido à falta de neve, mas fortes nevões nos últimos dias levaram as autoridades a alertar para o risco elevado de avalanches nos Alpes franceses.

No dia do acidente, o nível do risco na estância de esqui era de três numa escala de cinco, o que significa que um único esquiador podia provocar uma avalanche.

Lusa

  • Vítimas de avalancha nos Alpes franceses esquiavam em pista interditada
    1:42

    Mundo

    Três mortos e um ferido grave é o balanço de uma avalancha nos Alpes Franceses. As vítimas esquiavam numa pista negra, que estava fechada aos esquiadores devido aos nevões dos últimos dias. Nenhum desaparecido foi assinalado, mas as autoridades francesas mantiveram as buscas por mais algumas horas no local da tragédia, a 2400 metros de altitude, como explicou o autarca de Isère, Gilles Strappazzon.

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.