sicnot

Perfil

Mundo

Cinco militares morrem em avalancha nos Alpes Franceses

Cinco soldados morreram hoje quando o grupo de cerca de 50 militares foi apanhado por uma avalancha em Valfréjus, nos Alpes franceses. Eram legionários estrangeiros, de nacionalidades não reveladas até ao momento.

Arquivo

Arquivo

© Emmanuel Foudrot / Reuters

O incidente aconteceu ao início da tarde num treino militar fora das pistas de Valfréjus.

Onze militares foram atingidos pela avalancha, quando um grupo de cerca de 50 soldados esquiava a dois mil metros de altitude.

Pelo menos quatro outros soldados sofreram ferimentos ligeiros.

"Neste momento, o balanço eleva-se a cinco mortos. Há depois duas pessoas em hipotermia que foram transportadas para o hospital de Saint-Jean-de-Maurienne e para o hospital de Grenoble. E depois temos quatro feridos ligeiros", disse o major Pujol à televisão BFM cerca das 16:00 locais (15:00 em Lisboa).

O acidente ocorreu cinco dias depois de dois adolescentes franceses e um turista ucraniano morrerem numa avalancha nos Alpes franceses.

Os adolescentes faziam parte de um grupo de alunos cujo professor os levou para uma pista de esqui fechada. O professor é alvo de um inquérito por "homicídio por negligência".

Com Lusa

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Samsung vai vender modelos reparados do Galaxy Note 7

    Economia

    A Samsung Electronics anunciou hoje que vai vender e alugar telemóveis reparados do modelo Galaxy Note 7 depois de no ano passado a empresa ter decidido suspender a respetiva produção devido a incêndios nas baterrias de íon-lítio.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.