sicnot

Perfil

Mundo

Opositores haitianos protestam contra apoio dos EUA ao governo

Opositores haitianos concentraram-se hoje frente à embaixada dos EUA em Porto Príncipe, para protestar contra o apoio norte-americano ao governo do Haiti no âmbito da segunda volta das eleições presidenciais, no domingo.

BAHARE KHODABANDE

Para os manifestantes, a atitude dos Estados Unidos piora a situação da democracia no Haiti, pelo que hoje entoaram cânticos contra os EUA e classificaram o presidente Barack Obama e o casal Clinton (o ex-presidente Bill e a ex-secretária de Estado Hillary) de "terroristas", acusando-os de pretenderem roubar as minas de ouro do Haiti.

Oxygen David, um dos líderes do protesto, declarou à agência Efe que, "no domingo, não haverá eleições, ainda que os Estados Unidos queiram impor um presidente ao país".

"Estamos preparados para lutar para defender a soberania do país", afirmou ainda, acusando os norte-americanos de quererem roubar riquezas do território e pôr os haitianos "a lutar entre si", não desejando "paz nem desenvolvimento" para o Haiti.

A três dias das eleições, persiste a incerteza sobre se o ato se realizará ou se - como foi recomendado pelo Senado e como pede a oposição - a ida às urnas será de novo adiada, até que as alegações de fraude na primeira volta, a 25 de outubro, sejam investigadas.

A posição da comunidade internacional, que apoia a realização da segunda volta sem que tenham sido aplicadas as recomendações do comité designado para investigar as suspeitas de fraude, foi duramente criticada pelo grupo de opositores haitianos denominado G8, liderado pelo candidato Jude Celestin.

Esta manhã, tanto o primeiro-ministro, Evans Paul, como o Presidente, Michel Martelly, insistiram em que tudo está pronto para a segunda volta das presidenciais, embora tenham deixado a porta aberta para um eventual adiamento.

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.