sicnot

Perfil

Mundo

Centro Europeu contra o Terrorismo será lançado ainda este mês

O novo Centro Europeu de Luta contra o Terrorismo (ECTC) entra em ação ainda este mês, e visa criar uma plataforma para melhorar a partilha de informações entre os países europeus, disse hoje à AFP o diretor da Europol.

Na quarta-feira, 12 mortos e 11 feridos no ataque ao Charlie Hebdo; na sexta-feira, quatro reféns mortos durante um assalto a um supermercado judeu da capital francesa. Os números cruéis do terrorismo em França.

Na quarta-feira, 12 mortos e 11 feridos no ataque ao Charlie Hebdo; na sexta-feira, quatro reféns mortos durante um assalto a um supermercado judeu da capital francesa. Os números cruéis do terrorismo em França.

© Jacky Naegelen / Reuters

"Montamos este mês um novo centro europeu contra o terrorismo na Europol [Serviço Europeu de Polícia], para prestar serviços mais rápidos à polícia francesa e aos seus homólogos belgas e em toda a Europa através de uma plataforma para partilhar informações de forma mais rápida e assim combater melhor o terrorismo", disse o diretor da Interpol, Rob Wainwright, no Fórum Económico, que termina hoje em Davos, na Suíça.

O projeto, que será oficialmente lançado na reunião de segunda-feira dos ministros da Justiça e da Administração Interna da União Europeia, na qual estarão as ministras Francisca Van Dunem e Constança Urbano de Sousa, foi anunciado em abril pela União Europeia e não é, portanto, uma consequência dos ataques terroristas a Paris no final do ano passado.

Desde os atentados na capital francesa, em novembro de 2015, algumas vozes têm criticado as falhas nos serviços de inteligência, quer a nível nacional como a nível da cooperação europeia.

O ETCT é "uma estrutura permanente, decidida a nível político, que estabelece pela primeira vez na Europa um centro de operações dedicado que funciona em todo o continente em questões sensíveis e terrorismo", acrescentou o responsável.

A Europol, com sede em Haia e com 900 funcionários, tem por missão ajudar as polícias nacionais dos países europeus a combater a criminalidade internacional e o terrorismo.

Nas declarações, o diretor da Interpol defendeu também a generalização dos passaportes biométricos, principalmente no seguimento da crise migratória que assolou a Europa: "Não é o diretor da Europol que decide as políticas a serem seguidas, isso é trabalho dos políticos, mas eu acho que nós precisamos de requisitos muito fortes sobre os nossos passaportes, e isso é algo que nos ajudaria a melhorar a seguranças das fronteiras externas da Europa", disse Rob Wainwright.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.