sicnot

Perfil

Mundo

Macau e Hong Kong registam temperaturas mais baixas dos últimos 60 anos

Mais habituadas a um clima subtropical, as populações de Macau e Hong Kong vivem hoje as temperaturas mais baixas dos últimos 60 anos.

© Bobby Yip / Reuters

Em Macau, a temperatura baixou hoje até aos 1,6ºC na Taipa Grande, situando-se entre os 2,4ºC e 3,1ºC nos restantes pontos do território ao início da tarde (manhã em Lisboa).

Segundo os Serviços Meteorológicos e Geofísicos de Macau, o valor é o mais baixo em 67 anos, depois de em janeiro de 1949 terem sido registados 2,2ºC.

Para segunda-feira as previsões são de descida de temperatura em Macau, com a mínima a situar-se no 1ºC e a máxima nos 7ºC, indicou a mesma fonte.

Já em Hong Kong, o termómetro desceu hoje para 3,3ºC na cidade e nas colinas chegaram a ser registadas temperaturas negativas. A temperatura de hoje é referida como a mais baixa nos últimos 59 anos na antiga colónia britânica, segundo a imprensa local citada pela agência Efe.

Estas condições meteorológicas não são comparáveis às dos Estados Unidos, paralisados por uma tempestade de neve histórica, ou na China, afetada por uma vaga de frio glacial.

No entanto, não são habituais em Hong Kong e Macau, onde o clima é subtropical e o aquecimento central nas habitações é geralmente inexistente.

Em Hong Kong os serviços meteorológicos emitiram um alerta de "frio intenso". Já em Macau, o hospital público recebeu um caso de hipotermia nas últimas 24 horas, e mais de 20 pessoas recorreram nos últimos dias ao centro de abrigo aberto desde a descida da temperatura.

Lusa

  • Kikas faz história
    1:22
  • Madonna está outra vez em Lisboa 😲
    0:59
  • Nove fatores que aumentam o risco de demência

    Mundo

    Um em cada três casos de demência podia ter sido evitado sem recorrer a medicamentos. Um estudo publicado na revista científica The Lancet explica como é possível evitar a demência e quais os fatores que contribuem para a doença.

  • Hindus pedem a troca de nome da cerveja brasileira Brahma

    Mundo

    Um grupo de hindus pediu a mudança da marca de cerveja Brahma, propriedade da multinacional cervejeira Anheuser-Busch InBev, com sede em Lovaina, na Bélgica, argumentando que é inapropriado uma bebida alcoólica ter o nome que um deus hindu.

  • Manuais oferecidos aos alunos do 1.º ano não podem ser reutilizados
    2:42

    País

    As escolas querem que sejam devolvidos aos alunos os manuais do 1.ºo ano que foram dados gratuitamente pelo Estado para serem reutilizados nos próximos anos. A Associação de Diretores de Agrupamentos diz que os livros estão praticamente todos em bom estado, mas da forma como são feitos pelas editoras é impossível voltar a usá-los. As escolas querem que o Executivo chegue a um entendimento com as editoras para conceber manuais reutilizáveis.

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.